9


Resenha - Divergente.



  • Autora: Veronica Roth
  • Editora: Rocco
  • ISBN: 9788579801310
  • Ano: 2012
  • Páginas: 504
  • Tradutor: Lucas Peterson 



Sinopse:

Numa Chicago futurista, a sociedade se divide em cinco facções – Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição – e não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível. Beatrice cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, numa grande cerimônia de iniciação que determina a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma divergente, não respondendo às simulações conforme o previsto.
A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é.

E acaba fazendo uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre sua vida, seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive.

Resenha:

Beatriz Prior está prestes a completar 16 anos de idade, e esse é o seu maior medo!
A proximidade do dia de seu aniversário, significa também a proximidade do dia da escolha, o dia em que será obrigada a escolher a qual facção quer fazer parte, mas isso significa ficar com a sua família, ou seguir uma nova vida sem eles. Agora Beatriz precisará escolher qual destino tomar, continuar  na Abnegação , com seus pais, ou seguir o seu destino, e abandona-los.

(...)Décadas atrás nossos ancestrais compreenderam que isso não é uma ideologia política, crença religiosa, raça ou nacionalismo que culpa um mundo beligerante. Na verdade, eles determinaram que isso era culpa da personalidade humana — da inclinação da humanidade para o mal, seja qual forma for. Eles dividiram em facções que pretendiam erradicar essas qualidades que eles acreditavam serem responsáveis pela desorganização do mundo.”


Todo adolescente é obrigado a passar por testes que vão revelar qual a sua aptidão, e consequentemente qual a facção que melhor se adaptará. Os testes são um segredo, ninguém é autorizado a contar como é, ou o que acontece dentro das tão temidas salas.Mas o que todos sabem, é que aquele teste mostra qual o seu lugar, ou melhor, qual o lugar você deve escolher. Mas para Beatriz não é bem assim, ao passar por seu teste é constatado que ela não possui aptidão para uma facção, e sim para várias,  ou seja, ela é uma Divergente, alguem com a capacidade de se encaixar em qualquer uma das facções e impossível de controlar,o que a torna uma ameaça iminente para todo o governo, pois Divergentes são considerados rebeldes.

(...)Espera – eu a interrompo – Então você não tem ideia de qual é minha aptidão?
- Sim e não. Minha conclusão – ela explica – é que você possui aptidões para Abnegação, Audácia e Erudição. Pessoas com esse tipo de resultado são… – ela olha sobre seus ombros como se esperasse que alguém aparecesse às suas costas. – são chamadas… Divergentes(...)

Sem saber o que realmente significa ser Divergente, Beatriz  escolhe mudar de facção, e passa a pertencer a Audácia, a facção mais temida e respeitada, mas também a mais competitiva.
Ao chegar ao complexo da Audácia,Beatriz decide mudar completamente de vida, e isso inclui o próprio nome.
Agora conhecida como Triz, ela precisa se provar e enfrentar todos os testes aplicados para realmente se tornar membro da Audácia, e não uma sem facção, e ainda lidar com o grande preconceito e as piadas constantes por anteriormente ter pertencido a Abnegação.
É durante o treinamento também que ela conhece Quatro, um de seus instrutores e o cara mais lindo que Tris já viu na vida, mas também mais sombrio e temido e respeitado por todos os membros e novatos da Audácia.

(...)De repente, percebo o que está me deixando tonta. É ele. Algo nele faz com que me sinta prestes a despencar. Ou derreter. Ou arder em chamas.(...)
(...)Percebo a enorme proximidade entre nós, de no máximo quinze centímetros. O espaço parece carregado de eletrecidade, e sinto que deveríamos estar ainda mais perto um do outro.(...)

É isso gente, mas uma distopia no mercado. Modinha? talvez, mas eu só tenho uma coisa a dizer : M.A.R.A.V.I.L.H.O.S.O!!!
O livro é completamente viciante, empolgante,perfeito,envolvente(...), todos esses adjetivos que vc consegue pensar para um livro incrível. Fiquei completamente apaixonada, sabe quando um livro te envolve tanto,que você não consegue mais dormir  ou comer sem estar pensando nele? pois é, e não é exagero,foi exatamente isso que aconteceu comigo, eu passei os três dias mais intensos da minha vida, eu levei esse livro até para o banheiro, qualquer hora era hora de le-lo.Acho que desde Vampire Academy eu não ficava desse jeito(se você me conhece, sabe como eu sou maluca por VA), e se tu acha que a sua autora favorita é malvada, desculpa, mas ninguém chega aos pés de Veronica Roth, ela é mal gente, muito mal, quem leu sabe do que eu estou falando. Ok, devaneios e surtos a parte, vamos ao que interessa!
Hoje separado por facções, algumas aliadas, outras inimigas declaradas, todos os adolescente  ao completarem 16 anos tem o poder de escolher o seu futuro e decidir para qual das cinco deseja ir. Todo transferido é teoricamente bem recebido em sua nova casa, mas antes precisam passar em vários testes para provar que realmente são merecedores e que possuem as qualidades necessárias para ser um dos membros da facção escolhida. Quase todos os testes  são cruéis,tanto físicos como psicológicos.
Realmente fazia muito tempo que eu não lia um livro tão bom, começa em um ritmo acelerado, e se mantem até o final nesse nível, a cada uma pagina uma nova surpresa.Veronica Roth  soube como prender o leitor desde a primeira pagina, a escrita é perfeita , todos os fatos são devidamente ligados, e sem falar nos personagens.Aaaah os personagens... Yeah, são tantos personagens maravilhosos que fica difícil, até mesmo os secundários são incrivelmente ativos, bem desenvolvidos e elaborados, só que aqui vai uma má noticia: Veronica Roth é malvada, muito malvada, ao que parece,ela adora deixar os nossos corações em frangalhos.E falando sobre personagens, não podemos deixar de mencionar o casal protagonista: Triz e Quatro, a quem fale por ai que a Triz é insuportavel, eu descordo, ela é guerreira e decidida, mesmo nos piores momentos, e tem o Quatro, um tipo totalmente perfeito de mocinho, simplesmente o cara perfeito, sem mais.
Existe muitos comentários sobre Divergente ser muito parecido com Jogos Vorazes, o que é completamente ridículo, a semelhança começa e termina com o fato de que ambos são distópicos, e a sociedade é divida em facções, no caso de Jogos vorazes, em Distritos.Eu particularmente acho que Divergente é muito melhor, mas cada um tem o seu publico, e as comparações só tendem a crescer, já que Divergente também será adaptado para o cinema em breve.
A capa do livro também causa polemica entre nos leitores, pois é um pequeno spoiler. O livro conta a historia de Beatriz, uma garota da abnegação, e na capa nos temos o simbolo da Audácia.. hmm. É, ou você só entende o significado da capa depois que a Triz faz a sua escolha, ou já saca de cara qual é a situação.
Divergente já tem sequência em INSURGENTE, que ainda não foi publicado no Brasil(todos choram ='X)
, mas a Rocco afirma que podemos esperar o lançamento para esse primeiro semestre.
Bom pessoal, a única coisa que eu posso dizer a vocês é: LEIA DIVERGENTE.!!! *-*
Sobre a autora:


Aos 24 anos de idade Veronica Roth é uma escritora norte-americana. Ela é muito conhecida por sua trilogia de livros intitulada Divergente. Veronica possui uma licenciatura em escrita criativa pela Universidade Northwestern. Casada, desde 2012 vive em Chicago.

________________________________________________________________________________
Para quem ainda não sabe, nos já temos um rosto para Triz Prior, a atris Shailene Woodley  já foi escolhida para interpretar a personagem na adaptação que tem previsão de lançamento para p segundo semestre de 2014 sobre a direção de Neil Burger.


9 comentários:

  1. Hummm Maravilhoso é bom.. ainda mais do jeito que vc escreveu..
    Gostei da sua resenha e da empolgação... adoro...
    Desejo urgente esse livro, mais ainda não comprei...
    Amei ler sua resenha!!
    Um dia ele chega na minha estante..

    Beijos
    http://www.dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Primeiro quero elogiar a resenha completíssima. Parabéns!
    Quanto ao livro, sou suspeita por dois motivos:
    1 - Sou fã de distopias.
    2 - Aaaaaaaaamo Divergente!
    Esse é um dos melhores livros da categoria. Estou louca pela sequência, Insurgente.

    Amei o blog, é lindo! Seguindo \o/

    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Oie! Você foi indicado para um selinho no meu blog! Espero que goste. Mil beijos,
    Camile.

    http://www.perdidaentrelivros.com/2013/01/selinhos-que-recebi.html

    ResponderExcluir
  4. Adorei a resenha, me deixou muito curiosa!

    Seu blog é incrível, já tô seguindo ;D
    Passa lá no meu e se gostar segue *-*

    http://umagarotaeseujeans.blogspot.com.br/

    Beijãooo

    P.S. Tá rolando um super sorteio de aniversário no blog,vai lá conferir!

    http://www.umagarotaeseujeans.blogspot.com.br/2012/12/blog-de-cara-nova-aniversario-de-1-ano.html

    ResponderExcluir
  5. Wow...

    Eu amei essa capa....
    E adorei a resenha... oh lord é tanto livro q eu qro p tão pouco dinheiro....rsrs

    ^^

    ResponderExcluir
  6. Adoro livros que falam do futuro. Esse livro parece ser bem interessante!

    ResponderExcluir
  7. estou doida pela trilogia , me parece ser incrivel , interessante demais!

    ResponderExcluir
  8. Eu não aguento mais o pessoal dizendo que esse livro é maravilhso ¬¬ preciso deleee \o/

    ResponderExcluir
  9. Ainda sonhando em ler Divergente!!!! Preciso muito lê-lo.
    Adorei a resenha!
    Beijos
    http://vidade-princesa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Arquivo

© Livros de Elite - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Andréa Bistafa.
http://i.imgur.com/wVdPkwY.png