8


Resenha : A Elite - Kiera Cass.


  • Autor: Kiera Cass
  • Editora: Seguinte
  • ISBN: 9788565765121
  • Ano: 2013
  • Páginas: 360
  • Tradutor: Christian Clemente


Sinopse:
A Seleção começou com 35 garotas. Agora restam apenas seis, e a competição para ganhar o coração do príncipe Maxon está acirrada como nunca. Só uma se casará com o príncipe Maxon e será coroada princesa de Illéa. Quanto mais America se aproxima da coroa, mais se sente confusa. Os momentos que passa com Maxon parecem um conto de fadas. Quando ela está com Maxon, é arrebatada por esse novo romance de tirar o fôlego, e não consegue se imaginar com mais ninguém. Mas sempre que vê seu ex-namorado Aspen no palácio, trabalhando como guarda e se esforçando para protegê-la, ela sente que é nele que está o seu conforto, dominada pelas memórias da vida que eles planejavam ter juntos.
America precisa de mais tempo. Mas, enquanto ela está às voltas com o seu futuro, perdida em sua indecisão, o resto da Elite sabe exatamente o que quer — e ela está prestes a perder sua chance de escolher. E justo quando America tem certeza de que fez sua escolha, uma perda devastadora faz com que suas dúvidas retornem. E enquanto ela está se esforçando para decidir seu futuro, rebeldes violentos, determinados a derrubar a monarquia, estão se fortalecendo — e seus planos podem destruir as chances de qualquer final feliz.

Resenha:

Cuidado!! Pode conter spoilers de A Seleção.

Quando a Seleção contava com 35 garotas, tempo era algo que America tinha de sobra, mas agora são só 6, e dentre elas Maxon precisa escolher uma noiva. America que sabe que o príncipe nutre sentimentos por ela, na realidade, ele afirma que se ela se comprometer, toda essa disputa já estaria acabada. Mas existe Aspen, que agora  como guarda do castelo, esta constantemente ao lado dela, o que não torna nada fácil a tarefa de escolher entre um deles, já que apesar de o Príncipe confessar os seus sentimentos, ainda sai com mais 5 garotas, que fariam qualquer coisa por ele e pela coroa.

“ Não era como se a minha presença fizesse o mundo dele mais feliz. A sensação que eu tinha era de ser o mundo dele. Não havia explosões. Não havia fogos de artifício. Era uma chama lenta, queimando de dentro para fora."

Mesmo consciente de sua posição no coração do príncipe, o ciumes que America sente das outras garotas é algo novo para ela, e que a deixa ainda mais dividida entre Maxon e Aspen, já que um ela precisa dividir com mais cinco garotas, e outro esta sempre ali apenas por ela , independente dos riscos ou do que aconteça.
Mas a cada dia que passa fica mais difícil para America negar seus sentimentos por Maxon, cada momento, beijo e toque a deixa mais convencida de que talvez o seu futuro seja completamente diferente de tudo que ela imaginou e sonhou.
Mas ao mesmo tempo em que a disputa continua dentro dos portões do palácio, no lado de fora, rebeldes  tramam ataques para derrubar a monarquia. Os ataques estão a cada dia mais frequentes, e as baixas na guarda mais alarmante.
Mas Príncipe Maxon e sua Elite, ainda precisam prosseguir, e nada melhor do que uma festa para melhorar o humor dos visitantes e moradores do palácio.
Após uma conversa e uma visita secreta a biblioteca proibida do palácio, America e Maxon resolvem reavivar as tradições do feriado de Halloween com uma festa a fantasia e convidar as famílias de todas as competidoras.
É também nessa festa, que enfim, America admite seus sentimentos por Maxon.

" Assim que ele saiu, fechei os olhos e recapitulei tudo o que acontecera naquele espaço de tempo: o modo como ele olhava para mim, os sorrisos contentes, os beijos doces. Repassava tudo, uma e outra vez, enquanto me preparava para dormir. Eu me perguntava se Maxon estava fazendo o mesmo. ” 


Quando tudo parece que estar caminhando para o final feliz de America e Maxon, uma das câmeras de segurança do palácio, flagra algo inusitado. Será que America está pronta para lidar com as responsabilidades que a coroa lhe impõe, ou melhor, será que ela esta preparada para ser a esposa do futuro Rei, alguém que vai precisar tomar decisões  nem sempre agradáveis?

Ok, PARA TUDO!! enfim eu consegui tirar essa resenha de mim! Sabe aquele momento de bloqueio criativo? pois é, eu andei passando por isso, principalmente com esse livro. Para quem acompanha o blog, sabe que eu estava em cólicas para ler A Elite. E tipo assim... FOI TUDO QUE EU IMAGINAVA, e mais um pouquinho, só posso dizer que valeu cada minuto de espera, consegui ficar ainda mais apaixonada, encantada, viciada e desesperada, se é que isso é possível.
Depois que eu terminei de ler, meu livro estava parecendo um arco-iris de tanto post its que eu coloquei para marcar os meus quotes favoritos, mas acabou que eu não pude colocar eles aqui, era muito spoiler né, dai vcs iriam me matar.
Mas, vamos falar do Príncipe Maxon, ops, quero dizer, vamos falar de "A Elite". Este livro começa exatamente de onde a Seleção parou. Agora a competição esta mais acirrada e a cada dia mais afunilada.São apenas seis meninas, e America tem o privilegio de ter o coração do Maxon, mas quem diz que ela sabe dar valor a isso?? Neste livro a Senhorita mulambenta só sabe pedir tempo, e enrolar o Maxon e o Aspen. Ela não admite que gosta de nenhum dos dois, mas não permite que eles sigam em frente. Quase morre de ciumes do Maxon, mas vai se pegar nos cantinhos com o Aspen. Hipocrisia, oi?
Ao mesmo tempo em que America esta neste conflito de interesse, Maxon esta decidido a encontrar uma segunda opção dentre as outras cinco meninas que ainda estão disponíveis, já que essa é a sua única oportunidade de ser feliz.
Enquanto America vive em sua bolha, onde apenas precisa decidir se quer ser da Casta um ou dois, e o quanto de sobremesa ela ainda consegue comer,  os rebeldes estão tramando, e os ataques mais constantes. O motivo disso? Ninguém sabe.Nortistas ou sulistas, a única coisa que todos tem certeza é de que eles procuram algo que esta dentro do palácio.A constante vigilância dos soldados e as grandes baixas depois de cada ataque, torna a vida da família real ainda mais estressante, principalmente para Maxon, que alem de ter de lidar com uma guerra eminente, precisa escolher uma noiva o quanto antes; tudo isso sob o olhar atento de seu pai, o Rei Clarkson, um homem cruel, que não mede esforços para conseguir o que quer. 
Pois é pessoal, depois de ler esse livro, eu já tenho altas teorias para "The One", e todas elas incluem uma morte lenta e dolorosa para o rei nas mas mãos dos rebeldes. Eu não posso dizer o pq que ele despertou a minha ira, só digo que o Maxon tem grandes motivos para temer o pai, e que ele é muito mais cruel e sem escrúpulos do que você imagina.Infinitamente mais.
A seleção esta ainda mais forte, e a Celeste esta a cada dia mais intragável. FATO!
Por causa da indecisão da America ,o Príncipe resolver dar munição para as meninas brigarem por ele, literalmente.Ele começa a passar muito mais tempo com as outras candidatas do que com a America, principalmente com a Kriss, o que deixa a egoísta da America toda enciumadinha, o que é ótimo, é bom ver essa inversão de papeis, enfim ela vai precisar fazer algo da vida para merecer o Maxon.

Olha só, eu sei que todo mundo curte essa historia de triangulo amoroso e coisa e tal,ao meu ver, é uma estrategia dos autores para gerar aquelas clássicas brigas entre fandons, mas o suposto triangulo de A Elite se tornou até um tanto engraçado, já que Aspen é visivelmente carta fora do baralho, apesar do personagens ser mais ativo neste livro.Não me entendam mal, "The One" ainda esta sendo escrito, portanto nada esta decidido, mas para bom leitor, meia indireta basta. A Kiera Cass deixou bem explicito o final do Aspen já na metade deste livro, portanto, a America fica com o Maxon ou sozinha.Ainda não decidi para quais desses finais eu torço, pq a ela esta insuportável neste livro, devo confessar que eu cheguei ao extremo de torcer para a Celesta dar uns tapas na cara dela, se chegou ao ponto de eu ser Team Celeste, mesmo que por apenas alguns segundos, podem ter certeza que a coisa foi tensa, muuuito tensa.
Em um livro que eu amei praticamente tudo, não tenho muitos pontos negativos para destacar, mas  o modo como a autora esta desenvolvendo os ataques dos rebeldes é algo que me deixou intrigada, na verdade é um pouco sem logica. Os ataques acontecem freqüentemente neste livro, e é isso que me fez questionar a logica da Kiera. Como que um palácio pode ser atacado um dia sim e o outro também, sendo que existem guardas armados e super treinados em cada porta, e os rebeldes são apenas pobres seres humanos, sem treinamento e armamento? Existe uma falha nessa logica, não?
O livro como um todo é uma obra muito bem elaborada,com uma capa perfeita, diagramação simples e sem erros de revisão aparente. A Seleção foi o primeiro livro da editora Seguinte que eu tive a oportunidade de ler, e me surpreendeu muito.
Para quem não leu A seleção, mas leu a resenha ate aqui, eu só posso dizer : "O QUE VC ESTA ESPERANDO??", vai ser logo. E para quem não leu A Elite: SORRY pelos spoilers, mas eu avisei!! kkkkkkk 
Se vc é Team Maxon e/ou team torta de morango, mesmo ela não aparecendo neste livro, comenta ai, e vamos discutir as teorias para "The one", que por sinal, só sai em ABRIL DE 2014, não sei se vou ser eu a resenhar, já que né, provavelmente vou ter enfartado ou  a minha sanidade mental vai estar comprometida a ponto de eu não conseguir e tal...
É isso pessoal, leia a Elite, apaixone-se ainda mais pelo Maxon e seja feliz!! \õ
Outra noticia, o piloto de The Selection foi recusado pela CW, portanto não vamos ter serie de TV, mas a autora andou dando algumas indiretas de que existe a possibilidade de a estoria ser adaptada para o cinema!! 

Sobre a autora:

Quando terminou o ensino médio, sua ambição era o teatro, e foi para Coastal Carolina University, se formando em Teatro Musical. Depois foi para Radford University e mudou para Música. Então Comunicação. Em seguida, História. Acabou estabelecendo-se em História, mas mudou-se para Blacksburg, casou teve filhos. Depois disso, tornou-se dona de casa para ficar em casa com os filhos.
Em 2007, abalada por uma tragédia local, tentou um monte de coisas para se recompor, resultando em se sentar para escrever uma história onde o seu personagem teve que lidar com seus problemas. Escrever lhe ajudou a lidar com todas as coisas que estava sentindo. Acabou por não terminar essa história, porque começou a escrever The Siren. Depois de adquirido o hábito de escrever, teve muitas idéias, incluindo The Selection e um punhado de outras que estão esperando sua vez.


8 comentários:

  1. Vou ser sincera e dizer que li por cima, medo de spoilers, sabe como é? Estou muito animada para ler a seleção em breve e você já leu a elite u.u Preciso do primeiro livro urgente, alguém quer me dar? rs

    ResponderExcluir
  2. Eu comprei A Elite, está esperando eu terminar de ler Liberta-me (o que ainda não acabei, pois fiquei doente), está A Elite do lado de Insurgente, esperando para ver qual lerei primeiro? O que posso dizer? Os dois estão me matando para ler logo! hsauhsua. Já vi que vou querer socar América!

    ResponderExcluir
  3. Finalmente! Quem foi a boa alma que te deu este livro? Muito obrigado a esta pessoa maravilhosa! ;) hehehehehehe
    Gessica, nem sei o que dizer, adoro suas resenhas e só fico mais curioso qto as livros que vc resenha! parabéns!

    PS: To vendo que tbm vou querer socar a mulambenta!

    Abç.

    ResponderExcluir
  4. Não li a resenha!!!
    Li A Seleção e quero muito ler a Elite!!!
    Como estou ultra ansiosa quero ficar no mistério!!!

    ResponderExcluir
  5. Eu pretendo ler os dois, então li beeem por alto a resenha kkkk já sei que a estória é boa, quero lerr \o/

    ResponderExcluir
  6. Eu não aguento ler a resenha porque estou louca para ler A Seleção e se eu ler spoiler eu fico doida kkkk
    Mas pelo que li da resenha é cada um livro melhor que o outro!

    ResponderExcluir
  7. Eii, ainda bem que você não botou o tanto de quotes que você disse que marcou ,rsrs.

    Eu gosto de spoiler mais só poucos porque ai eu fico mais curiosa para ler a história.

    ResponderExcluir
  8. Cara, cooncordo totalmente com vc!!!!!!!!!! eu tbm teria tido uma imensa satisfação de a America levasse uns tapas da Celeste, mais ainda assim eu estou torcendo ela, mais ela presisa acordar pra vida e ver q as coisas não giram intorno dela, ou a Kris podia ganhar, eu tenho pena do Maxon se ele acabasse com a Celeste, então Team Kris! Sobre o que vc falou dos rebeldes, realmente é dificil imaginar como eles entraram assim no castelo, mais eu pensei numa parada, mano, ja pensou que eles podiam ser grupos com treinamento paramilitar? ou ter alguem lá dentro que facilitou a entrada deles? O engraçado que eu suspeito do Aspen e do pai da America, o Aspen não gosta do jeito que o pais é governado e conheçe o lugar como a palma da sua mão, por não? Ja o pai da America tbm não gosta do modo que o pais é governado e estava interessa demais em andar pelo castelo... ja persebeu q os ataques pioraram depois q os pais foram la? Eu não sei...mais sei lá, na minha cabeça faz sentido...

    ResponderExcluir

Arquivo

© Livros de Elite - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Andréa Bistafa.
http://i.imgur.com/wVdPkwY.png