19 dezembro 2014

Resenha : Amaldiçoadas - Jessica Spotswood.

Editora: Arqueiro
Autor:Jessica Spotswood
Titulo Original: Star Cursed
ISBN: 9788580413373
Ano: 2014
Páginas: 288
Tradutor: Ana Ban

Sinopse:
Cate Cahill tomou a decisão mais difícil de sua vida e resolveu largar tudo para proteger aqueles a quem amava, mas não poderia imaginar os obstáculos que ainda teria pela frente.
Agora, vivendo disfarçada entre as outras moças da Irmandade, ela precisa se manter a salvo dos implacáveis caçadores de bruxas e lidar com grandes dilemas pessoais, como a distância de seu grande amor e os conflitos que envolvem suas irmãs Tess, uma menina doce e ingênua que guarda um grande segredo, e Maura, a jovem bela e ambiciosa que pretende fazer de tudo para se tornar o centro das atenções.
Será que Cate está pronta para liderar as bruxas de sua geração e ganhar o respeito de uma sociedade que condena a feitiçaria? E seria ela a bruxa da profecia, a mulher mais poderosa já nascida em muitos séculos e capaz de revolucionar a história do mundo?
Envolva-se ainda mais na história de Cate e de todas as mulheres fortes que a cercam e segure seu coração para torcer pelo amor de Cate e Finn neste volume que traz revelações imperdíveis antes da conclusão da saga das irmãs Cahill

Resenha:
"Pouco antes do Terror, um oráculo fez uma profecia: três irmãs, todas bruxas, que chegariam à maioridade antes da virada do século XX, seriam motivo de esperança. Uma delas, dotada de magia mental, iria ser a bruxa mais poderosa em séculos. Ela suscitaria o ressurgimento da magia; ou, caso fosse capturada pelos Irmãos, seria a causa de um segundo Terror." 
"Amaldiçoadas" começa exatamente onde “Enfeitiçadas” terminou, dando continuidade a trajetória das irmãs Cahill e sua luta contra a profecia que possivelmente é sobre elas e que diz que uma das três morrera antes da virada do século.

Agora que Cate terminou o seu relacionamento com Finn e está morando em Nova Londres na Irmandade, que na verdade é um convento de fachada que abriga diversas bruxas, ela precisa lidar com a expectativa das outras bruxas, que esperam que ela demonstre a habilidade necessária e prometida pela profecia como a bruxa mais poderosa, aquela que pode devolver o poder para as “Filhas de Persefone”.
 Mas o problema é que a bruxa citada na profecia é capaz de praticar magia mental, coisa que Cate é, também será o novo Oraculo.Só que ela esta com problema em relação a isso, já que ainda não conseguiu fazer nenhuma previsão.
Além de toda a pressão psicológica, Cate também precisando lidar com a implicância e a inveja de algumas de suas colegas, até mesmo de sua irmã, Maura, que anseia em ser a bruxa mais poderosa das três.
“Três irmãs – reflete Brenna. – Uma traz cura e morte. Uma traz destruição. A mais forte vai trazer paz, mas isso vai exigir sacrifício. É isso que a profecia diz.”
Quando a Fraternidade começa a abusar do poder novamente, proibindo as mulheres de serem alfabetizadas, queimando livros e prendendo qualquer mulher que demonstre interesse em aprender, Cate consegue que suas irmãs sejam enviadas também para Nova Londres, para viver sobre o teto da irmandade, mesmo contrariando todos e colocando em risco a sua própria segurança, já que uma parte da profecia garante que uma delas morrera, assassinada pela própria irmã.

Para Cate, a Irmandade é uma obrigação imposta a ela, mas aos poucos ela começa a conhecer as outras bruxas e fazer amigas. Mas, ao mesmo tempo ela descobre que algumas delas não estão nada satisfeita com a possibilidade do dia em que Cate as liderará, e também não estão nada preocupadas com a possibilidade de um novo terror acontecer.
Agora que diversas meninas estão sendo presas no hospício local acusadas de bruxaria e a bruxa lider da Irmandade está morrendo, a pressão sobre Cate aumenta ainda mais, principalmente da parte de Inez, uma das Irmãs mais velhas na Irmandade e uma espécie de vice diretora, que está disposta a assumir o controle e fazer as coisas de modo diferente, de forma mais agressiva e efetiva.
Quando Inez e Maura resolvem atacar a Fraternidade de forma direta, Cate decide que está na hora de agir e reunir as bruxas, principalmente as do Hospício Harwood, onde está sua madrinha e o um dos Oráculos capturado pelo Irmãos, Brenna.
"A fúria aparece no rosto de Maura. Minha irmã já se irritou comigo mais vezes do que sou capaz de contar. Ela já agiu com desprezo, rejeição e ciúme. Mas nunca olhou para mim desse jeito.Como se me detestasse."
Então, como falar sobre esse livro... Bem, eu realmente não consigo entender o fato de todos gostarem, afinal o livro tem uma premissa super inovadora e instigante, mas não existe realmente tudo o que promete a sinopse.Tudo se desenvolve de forma lenta, principalmente neste volume.
 Neste livro as coisas esfriam de forma significativa, apesar dos constantes ataques dos Irmãos, tudo cai na mesmice, Cate sofrendo pelas irmãs, pelo Finn, brigando com a Maura e se escondendo do mundo, com pena de si mesma. Ela continua sim afirmando que vai fazer de tudo para proteger as irmãs, e realmente o faz, só que daí começa a disputa entre ela e Maura, e é ai que a historia se torna um pouco mais empolgante. Maura é um dos melhores personagens dessa serie, ela é intensa e complexa, com uma personalidade muito bem construída, além de malvada e destilar veneno contra tudo e todos que atravessem seu caminho. Se no primeiro livro ela já demonstrava um lado sombrio e invejoso, nesse livro ela está completamente obsessiva em ser a bruxa mais poderosa.
Já Tess também ganha um destaque maior neste livro, mas somente no finalzinho. Ela é a mais “plausível” das irmãs Cahill, já que Maura é obsessiva e Cate é um poço de auto piedade.

Quando li o primeiro livro da trilogia, torci realmente para que cada um deles fosse narrado por uma das irmãs, já que antipatizei com a Cate desde o primeiro instante, mas não tive essa sorte, até então, são apenas narrado em primeira pessoa, pelo ponto de vista da Cate, e isso deixa tudo um pouco incompleto e com diversas lacunas.

O ponto positivo realmente é a construção dos personagens secundários, que apesar de não terem tanto destaque, são essenciais para o desenvolvimento da trama, como Rory ,Sachi, Paul ,Zara e Alice, principalmente. Neste livro também vamos ter um pouquinho mais do Finn, o nosso querido livreiro, que já no final do ultimo livro se juntou a Fraternidade para ajudar Cate, mas que no fim das contas não deu muito certo. Agora vamos ter um outro lado dele, não só o romântico incurável, mas o cara que faz acontecer.Ele esta bem mais “ativo”.
O final é o que mais me chocou, e o que me deixou roendo as unhas esperando a continuação. Toda a ação que se esperava acontece nos últimos 3 capítulos, e devo confessar, que valeu a pena esperar.
Enfim, este é um livro regular, mas que também está cheio de revelações e tramas cheia de conspirações. A escritora apesar de tudo, tem uma escrita simples e bem fluida, é fácil de ler, além de ter bastante conhecimento de historia, fazendo uma ambientação incrivelmente bem feita .
A editora Arqueiro fez um trabalho incrível neste livro e no anterior, a diagramação é linda e impecável, além de terem capas MARAVILHOSAS, convence o leitor só no olhar.

Confira a resenha do primeiro livro da trilogia:
Sobre o autor:



Jessica Spotswood cresceu no interior da Pensilvânia, onde podia ser vista nadando, tocando clarineta, ensaiando para as peças da escola ou, principalmente, com o nariz enfiado nos livros. Escreve desde pequena, mas acabou se formando em artes cênicas. Mora em Washington com o marido dramaturgo e um gato chamado Monkey.

10 comentários:

  1. Uma pena não ter sido tudo aquilo pra ti. Eu realmente gosto de histórias de bruxas. E esse parece ter bastante tramas com Cate e bruxas poderosas. E também essa fraternidade com essas proibições contra mulheres que desejam aprender.
    Abraços Geeh,
    ThayQ.
    http://leituras-insanas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá, Geh.
    É uma pena que o livro tenha ficado apenas no nível regular. É bom quando séries vão sempre melhorando. E eu também gosto quando os livros são narrados ora por um personagem, ora por outro. Ou então em terceira pessoa, pois proporciona uma visão melhor sobre todo o enredo.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de dezembro

    ResponderExcluir
  3. Oi Geeh, tudo bom?
    Não li a resenha por completo por causa dos spoliers, pretendo ler a série o mais breve possível, realmente as capas são lindas e muito convidativas, só fiquei meio triste em saber que é um livro regular, mas creio que vale a pena ler mesmo assim.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  4. Oi, Geeh.

    Li algumas coisinhas na resenha, mas não li tudo. Tenho interesse em começar essa trilogia e não queria pegar spoilers, tá?
    Vi que falou que esse é um livro regular, mas depois que tu falou do final dele eu fiquei mais animada com a leitura. Amo livros que me fazem ficar louca pelo próximo, finais é uma das partes que mais eu gosto. Não gosto muito de finais aberto.

    Paradise Books BR

    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Não curto esse tipo de livro. Fantasia não me agrada.

    ResponderExcluir
  6. As capas realmente sao maravilhosas!! Mas uma pena que voce nao consegue gostar da historia :/ eu ja li tanta resenha positiva dele que eu acho que iria gostar muito e ainda vou começar, so nao sei qndo kk

    ResponderExcluir
  7. Eu confesso que sou completamente apaixonada por essa série. Há muito tempo eu esperava pra ler o primeiro livro, e tive minhas expectativas completamente correspondidas. Depois daquele final, mas posso esperar para ler a continuação. Ao contrário de ti, eu admiro muito a coragem de Cate em largar tudo que ela mais queria para proteger as irmãs, por mais difícil que seja. Isso fez com que eu me afeiçoasse a personagem. Maura realmente é divertida e complexa, e acho que ela ainda dará o que falar no decorrer do livro. Acho Tess uma fofura só, assim como Finn. Torço por ele e Cate. Estou ansiosa para a sequência do livro, acho que eu vou adorar, assim como aconteceu com o primeiro.

    ResponderExcluir
  8. Oii
    Já tem um tempo que quero ler essa série, porque é sobre bruxas e eu amo. As capas são fabulosas, e realmente compram o leitor. Que pena que você achou algumas coisas irritantes nesse livro, os segundos não costumam ser tão bons. Mas, pelo menos, o final recompensou! Mesmo querendo começar a ler, não sei se farei tão cedo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. O tema até me deixa curiosa para ler, mas eu já imaginava que a leitura deixaria um pouco a desejar. Mas ainda gostaria de ler.

    ResponderExcluir
  10. Oii Geeh!

    Morro de vontade de ler os livros porque sou apaixonada pelas capas, e sim, também adoro as sinopses, mas você não é a primeira pessoa que eu vejo falando que o livro não é tudo o que promete .. O que é uma pena porque a autora tinha tudo pra criar um livro perfeito, ainda mais com um tema como esse.. Adoro histórias com bruxas, elas sempre me fascinaram!
    Espero gostar ..
    Beijos ;*

    ResponderExcluir

Adptação e personalização por QueenG Design

Tema Base por Butlariz