15 dezembro 2014

Resenha: Estranho Irresistível - Christina Lauren

Editora: Universo dos Livros
Autor : Christina Lauren
Titulo original: Beautiful  Bastard
ISBN: 9788579305740
Ano: 2013
Páginas: 288
Tradutor: Felipe CF Vieira

Sinopse:
Um charmoso playboy britânico. Uma garota determinada a finalmente viver. E uma ligação secreta revelada em cores quentes... Após ser traída, Sara Dillon se muda para Nova York em busca de agitação e paixão sem compromisso. É assim que ela encontra um sexy e irresistível dançarino britânico de uma boate que não deveria significar nada além de uma noite de diversão. Mas a maneira – e a velocidade – com a qual ele acaba com suas inibições está prestes a transformar essa relação em algo arrebatador. A cidade inteira sabe que Max Stella ama as mulheres. Isso não significa que ele tenha encontrado uma que realmente desejasse manter por perto. Apesar de atrair muito com seu charme de bad boy da Wall Street, é só quando Sara aparece em sua vida que ele começa a se perguntar se existe alguém para estabelecer uma relação fora do quarto. Encontrando-se em lugares onde qualquer um pode vê-los, o que assusta Sara mais do que ser pega em público é ter Max muito próximo...
Resenha:
"Quando minha antiga vida morreu, não se pode dizer que foi calmamente, durante o sono. Ela levou um tiro. Para ser honesta,fui eu mesmo quem apertou o gatilho.”
Nem sei bem como começar essa resenha, todo mundo sabe que eu amo essa dupla de escritoras, fiz miséria para conhece-las na bienal deste ano e não me arrependi nenhum pouco. Mas assim, correndo o risco de ser apedrejada pelo pessoal, eu não achei o Estranho tão bom quanto o Cretino, me julguem. Não sei se foi por causa dessa historia do exibicionismo, que eu não comprei muito bem...mas vamos aos detalhes.

Sarah é a protagonista deste livro, ela já é uma velha conhecida do leitor, quem não lembra da amiga Chloe que colocou o Bennett na linha quando eles se separaram, quase no desfecho do livro? Pois é, é ela mesmo. Vocês também devem lembrar das vezes que a Chloe comentou sobre o relacionamento fracassado em que a amiga estava. É exatamente neste ponto que Estranho Irresistível começa, Sarah abandonou o cafajeste do ex namorado após a confirmação de que ela a traia desde sempre, e esta se mudando para trabalhar na filial da empresa de Bennett em Nova York, assumindo um cargo de confiança a pedido do casal de Cretinos!
"Eu estava pronta para começar de novo como um cometa: me reabastecendo, reacendendo e queimando através do céu."
Sarah está decidida a ter uma nova vida e a ser uma nova Sarah, do tipo solteira convicta e que vai para balada todo final de semana e que tem relacionamentos casuais. Mas logo na sua primeira noitada com Chloe e Júlia na cidade que nunca dorme, Sarah conhece um Estranho no bar do clube, e em um momento de insanidade, acaba transando com ele em um dos corredores escuros da boate.

Mas para o desespero de Sarah, ela encontra o seu Estranho sedutor em uma conversa animada com Bennett no corredor da empresa na segunda-feira.

Max Stella é amigo de longa data de Bennett, desde a época de faculdade, e foi ele que emprestou a  casa na França para Bennett e Chloe passarem as férias, onde ele a pediu em casamento.
Max também é um dos solteiros mais cobiçados de Nova York, conhecido por seus inúmeros casos amorosos e por seu sucesso no mundo dos negócios. E apesar de gostar de sexo casual e relações descomplicadas, Max se vê obcecado por Sarah, a mulher decidida que transou com ele em um corredor de uma boate lotada e que o abandonou sem dizer nenhuma palavra após o orgasmo.
Depois de relutar, de uma pouco de perseguição, e de Max cobrar alguns favores de Bennett, ele e Sarah se entregam a um relacionamento intenso, mas casual, repleto de sexo selvagem  descompromissado.
“- Nós, mulheres,nem sempre queremos ser tratadas como se fossemos delicadas,ou raras, ou preciosas. Queremos ser desejadas. Queremos que o sexo seja tão visceral quanto vocês querem.”
Então leitores, como explicar... bem, primeiro vou deixar claro que eu amei o livro, sim, só não foi uma leitura tão intensa quanto o Cretino e a Cretina, Chloe e Bennett tem um lugarzinho especial no meu coração e na minha estante de favoritos, confesso, e  Max e Sarah não conseguiram chegar lá, infelizmente.
Primeiro de tudo, o que me incomodou não foi de fato algo substancial suficiente para não me deixar aproveitar a leitura, foi só mais um desconforto mesmo. Max não é nem de longe o personagem mais carismático, e as coisas entre eles acontecem de forma bem simples, não tem tanto empecilho para que o casal fique junto, a não ser a própria Sarah, quem tem medo de entregar o coração e acabar sofrendo novamente.
Mas assim, o que realmente me incomodou um pouco foi as aventuras sexuais do casal. Sexo em uma boate lotada? Ok! Umas fotinhos e as gravações de alguns videozinhos pornos caseiros?ok! Agora clube de sexo exibicionista? Ai eu acho que foi um pouco longe demais.
Não me entendam mal, não sou careta nem nada, sou da opinião de que o que acontece  entre quatro paredes, se for consentido, vale tudo. Mas entre duas pessoas.  A introdução do voyeurismo, não foi a melhor das ideias que essas duas já tiveram.

Sarah também é o tipo “caixinha de surpresa”, vai da quietinha e recatada para alguém que faz sexo em lugares públicos e acha super normal e excitante, tudo depois que conhece o Max. É claro que como no livro anterior o casal é explosivo, cheio de química e apetite sexual, mas também temos as bagagens emocionais de ambos os lados, que da uma pitada a mais na trama, quebrando um pouco aquele ritmo de sexo,sexo e sexo.

O livro possui narrativa intercalada, alternando capítulos e isso me deixou um pouco confusa no inicio, já que o cenário de Max e Sarah é bem parecido. Mas a narrativa alternada é algo que eu adoro, pois podemos conhecer ambos os personagens, sem precisar ficar imaginando qual a reação do outro em determinada situação.
Ao meu ver, a sacada de mestre dessas autoras para tamanho sucesso é a forma como elas  criam personagens fortes , nada daquelas menininhas virgens e inexperientes, que se entregam ao primeiro amor como se fossem um príncipe no cavalo branco. Christina e Lauren criam personagens reais, já machucadas por relacionamentos fracassados, mas que não desistem e nem desacreditam no amor, apesar de relutarem.
Enfim, Estranho Irresistível é um livro divertido e intenso, infinitamente mais sexy e sensual do que Cretino Irresistível, como eu sitei lá em cima, existe a introdução do Voyeur, que foi pouco explorada  nos livros eróticos publicados até agora, que por ser algo desconhecido e mais intenso, e pode chocar alguns leitores mais sensíveis.
Christina e Lauren sabem criar uma trama envolvente, com diálogos inteligentes e divertidos, e neste caso, sensuais sem ser totalmente vulgar. E é também muuito bom poder acompanhar mais um pouquinho do meu casal de Cretinos favorito, nem que seja só em segundo plano.
Sobre o trabalho da editora, não poderia ser mais satisfatório, a Universo dos Livros é fantástica, a capa é a mesma americana, a diagramação e simples mas ótima, uma fonte agradável para a leitura, folhas amareladas e uma revisão impecável.

Confira as resenhas dos outros livros já publicadas:

Sobre as autoras:

Christina Hobbs e Lauren Billings escrevem sob o pseudônimo de Christina Lauren (combinação de ambos os nomes). Separadas pelo incômodo Estado de Nevada, estas amigas, e co-autoras, se falam várias vezes ao dia, concordam que Ruby Pumps é a melhor cor de esmalte que já existiu, e, se pudessem escolher, passariam o dia todo olhando para o oceano a partir do cais de San Clemente.

P.S.: Não resisti, tive que colocar a minha foto com elas!! <3

12 comentários:

  1. Oi, Geeh.
    Não gosto desse tipo de livro, mas para quem curte, com certeza fará jus ao título do livro e achará irresistível.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista. São 6 livros para escolher, kit de marcadores e 3 ganhadores.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Geeh.

    Eu fui na Bienal pra conhecer a Cassie e consegui. Minhas amigas conheceram a Christina e a Lauren, mas eu nem quis ir. Não curto muito os eróticos. Essa serie li até esse livro e parei. Não tenho interesse em continuar com os próximos.

    Paradise Books BR

    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Sara deve estar bem frustrada com a traição... Sinopse disse Sexy? Dançarino? Boate? noite de diversão? rsrs adorei.
    Que legal que conheceu as autoras.
    E que bom que é uma continuação de algo que era de outro livro. Que louca num corredor? KKKKKKK, que azar ( ou sorte) ter se reencontrado.
    Maldade dela ter abandonado após uma noitada.
    E eu adorei essa 3° quote por falar.
    Uma pena ele não ser tão carismático e não ter chegado em Chloe e Bennet.
    Adorei, parece ser bem quente e intenso e quero ler a série. As capas não são lá aquelas coisas, mas o conteúdo parece ótimo.
    Abraços Geeh,
    ThayQ.
    http://leituras-insanas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi, Geeh !!
    Nossa, que resenha atrativa! Dá gosto de ler!! Me fez interessar pela leitura de todos !!
    :3
    Bjs

    mundoemcartas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oii
    Eu já ouvi falar da série tem um tempinho, disse pra mim mesma que ia ler, mas no fim, enrolei. Só que agora, ganhei "Noiva Irresistível", que se não me engano é um conto, o último lançado da série Irresistível, assim... terei que ler todos, a começar por Cretino irresistível, vou terminar uma leitura e me jogar nessa série. Não posso dizer o que acho dos personagens ainda, mas espero gostar tanto dos "cretinos" quanto dos "estranhos" kkk E eu amo as capas!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Esse gênero tem crescido bastante, mas não faz meu estilo. Esse tipo de livro não me atrai.

    ResponderExcluir
  7. Com certeza não é meu gênero preferido, e passaria longe das minhas leituras. Não por caretice minha, sou da mesma opinião que tu sobre esse assunto, mas penso que literatura é muito mais do que isso. Enfim, gostei da capa, mas o sexo sempre presente em cena me deixa, no mínimo, desconfortável com a leitura.

    ResponderExcluir
  8. Eu já li Cretino irresistível, e adorei, não vejo a hora de ler Estranho irresistível adorei a resenha, e também adoro livros que possuem os capítulos alternados, como você disse, assim podemos conhecer mais os protagonistas, pretendo ler a série toda, e que linda a sua foto com as autoras.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  9. Voyeurismo não é a melhor da ideias mesmo não, curto umas cenas de sexo nos livros as vezes, mas isso já é demais.

    ResponderExcluir
  10. Que maaaaximo voce ja ter conhecido as autoras e ter fotinha com elas!! eu conheci a Kiera Cass.. uma fofa! Eu nao tenho muito amor por livros hot :/ ainda mais sabendo q é mais de um... odeio largar historia no meio e me obrigaria a continuar a leitura, mesmo n curtindo.

    ResponderExcluir
  11. Que sensacional poder tirar foto com as autoras!
    É uma lembrança que fica pra sempre.

    ResponderExcluir
  12. Oi Geeh !

    Eu gosto bastante de romances hot, e quando comecei a ler o gênero as cenas não me incomodavam nenhum um pouco, mas confesso que depois de tantos livros acabei achando que alguns autores realmente exageram, e foi exatamente o que senti nesse livro .. Ainda quero ler, até porque gosto da escrita das autores, espero não enjoar da leitura no meio do livro !!
    Bjs

    ResponderExcluir

Adptação e personalização por QueenG Design

Tema Base por Butlariz