22 março 2015

Resenha: Louca por Você - A.C. Meyer


Desafio Literário I Dare You: Março - Chick-Lit




Edição: 1
Editora: Universo dos Livros
ISBN: 9788579307232
Ano: 2014
Páginas: 208

Adicione no "Orelha de Livro"
Compre AQUI - R$ 12.90
Sinopse: Atenção: esse livro contém altas doses de romance, situações hilárias, garotos sensuais e o best friend gay mais maravilhoso de todos os tempos...
Julie tem dois grandes sonhos: cantar profissionalmente e fazer com que Daniel a enxergue como mulher. Ele é o charmoso dono do badalado bar After Dark e se diz avesso a compromissos, sempre pronto para noitadas casuais. Em uma noite de muito movimento, o estabelecimento se vê sem um vocalista para dar continuidade à programação musical, e Julie é colocada por um dos sócios de Daniel à frente da banda para resolver o problema.
Mas a voz e a presença de palco da nova cantora encantam o público... e também o atraente garanhão. Descontrolado de ciúmes, Daniel está disposto a usar toda a sua autoridade para tirar Julie dos holofotes e dar uma chance ao seu verdadeiro amor. Ele só não contava com as investidas insistentes de Alan, o sexy guitarrista da banda, que resolveu fazer de tudo para conquistar o coração da nossa mocinha.
Será que o sonho de Julie finalmente vai se concretizar com Daniel ou seu verdadeiro príncipe encantado é o guitarrista sensual?



Resenha:

Eu não pretendia ler este livro tão cedo, li uma resenha dele e tinha me arrependido de tê-lo comprado. Depois de ler, o arrependimento se manteve, o que me deixou mais brava ainda.... Como não sou fã do gênero (Chick-Lit), este era o único que eu tinha para o desafio, então, lá fui eu desvendar os segredos deste livro! rs.


Louca por Você é um livro nacional, escrito por A.C. Meyer e lançado pela Universo dos Livros na Bienal do ano passado. Eu tinha achado a capa linda, e quando o vi pela bagatela de R$ 20,00, não pensei muito, comprei e fiz minha querida amiga Yara (Blog Ilusões Escritas) ficar na fila para mim enquanto eu pegava o autografo da Cassandra Clare. Ha! Se arrependimento matasse.....
"- Ele acha que, se você cantar aqui, os caras vão dar em cima de você, e você é uma menina inocente para enfrentar esses tubarões."
Infelizmente, a capa linda não faz jus ao enredo pobre e pretensioso. Por ser um livro nacional, eu esperava mais, mas o livro é todo americanizado, me senti lendo um livro da Abbi Glines, apesar de que os livros da Abbi são bem escritos e tem uma história gostosa (os quais eu li, claro!). A protagonista principal, Julie, é uma MULHER de 28 anos que passou a vida inteira amando Daniel em segredo. O mesmo a tem como sua irmã, pois quando os pais de Julie morreram, a família de Danny a adotou como membro. Todos os dias, seus amigos George e Johanna, irmã de Danny, a cobram para se declarar a Danny ou esquecê-lo de vez, mas Julie nunca tem coragem, e assim, vai levando sua vida miserável, esperando que um milagre aconteça!


E como em todos os livros do gênero, o milagre acontece: Além de Danny, Julie também ama cantar, e em uma bela sexta feira, o vocalista da banda que toca no bar de Danny some e quem vai lá cantar???? Julie!!!!! Danny não está na cidade, e só fica sabendo do ocorrido quando volta e a vê maravilhosa no palco arrasando com sua voz! O homem fica doido: de ciúmes, de vontade de tê-la e matá-la por ter lhe desobedecido.
"Aquela era uma versão turbinada e adulta da menininha que o Danny estava acostumado a ver. Não é à toa que ele nunca me olhou diferente. Eu parecia ter, no maxímo, dezenove anos. Agora, eu era uma mulher de verdade. Linda, sensual e adulta."
Como disse, não gosto do gênero, para mim, (e isso é minha opinião, e já li alguns livros muito bons do gênero) esse tipo de livro faz a mulher ser uma garotinha indefesa na mão do homem sedutor que ela deseja. Uma pena, pois o livro tinha tudo para ser legal. Não encontrei nenhuma situação hilária como descreve a sinopse, o romance é meloso e com muito sexo sem ser necessário. Falando em sexo, a autora colocou tantas cenas que ficou manjado: quando Danny e Julie se encontravam, eu já sabia o que aconteceria: sexo!
Durante o livro, ambos falam que brigam muito, mas sério, se foram 3 brigas narradas, foi muito, eles sempre acabam na cama e esquecem o motivo de ter brigado.... Julie é uma mulher gente! Fiquei indignada em como ela pareia mesmo a "garotinha" que seu amigo George a apelidou. Muito mimimi para pouca conversa. Desistir do seu sonho por causa de um homem que nunca te notou? Sério? Quem ama abre mão de certas coisas pela felicidade do outro, certo?

Muitas coisas me incomodaram durante a leitura, como vocês perceberam, mas as piores foram: Julie NUNCA ter dado um trato no visual para tentar conquistar o homem que ela amava. TODAS as mulheres parecem brilhar quando estão apaixonadas, se arrumam, sentem-se diferentes e querem mostrar isso para o homem. Mas Julie não! Outra coisa: Sério que o cara cresceu com a menina e não reconhece sua voz cantado? Pois é... dúvidas....
A autora também impõe na sinopse um triângulo amoroso que não existe no livro. A playlist é boa! Uhu!!! Algo legal neh? Adorei as músicas escolhidas!!!!

A narrativa é em primeira pessoa, alternando entre Julie e Danny. Danny é um sujeito insuportável que só pensa nos seus negócios e em transar. Julie mora ao lado de sua casa, e se martiriza toda noite enquanto Danny está com alguma mulher em sua casa... Acho que as pareces do condomínio devem ser de papel, porque Julie escuta tudo! Danny não quer compromisso e corre dele como o diabo corre da cruz. Mesmo achando Julie infantil, preferi a narrativa dela, e este livro só ganhou 2 estrelas por causa dos surtos que ela deu no decorrer do livro - nesses momentos a vi como uma mulher de verdade que defende seus sonhos e sentimentos.


A diagramação é simples, com folhas amarelas e letras em um tamanho confortável para a leitura. Encontrei somente um erro de revisão que foi uma frase repetida. A capa como eu disse, é muito bonita, os olhos da modelo são muito parecidos com os de Julie. Os capítulos possuem números e o nome dos personagens que narram a história. No final, temos um capítulo narrado por George, o que achei desnecessário. Acho que esse foi um gancho que a autora quis deixar para o próximo livro, que contará a história de outros personagens.
"(...) Eu gosto dela, mas ela me apavora. Ela é linda, sexy, carinhosa. É uma mulher divertida, inteligente e, quando canta, me tira do rumo. Nossas noites de sexta-feira são quentes demais. Após o show, ela desce pilhada do palco, com toda aquela adrenalina acumulada, e eu a recebo enlouquecido com meu pau duro, morrendo para entrar nela."
Infelizmente, não foi um livro que eu tenha gostado, e olha que não sou criteriosa, leio de tudo mesmo, mas enfim, sempre tem aquele que não conquista, e este foi um deles!


Avaliação:


Sobre a autora:


A.C. Meyer é carioca, tem 33 anos e é completamente apaixonada por livros.
Não satisfeita em ler, sua mente inquieta resolveu escrever seus próprios finais felizes.
Quando se desgruda dos livros e da internet, A. C., se diverte dando gargalhadas com sua mãe, batendo papo na companhia dos amigos e assistindo a comédias românticas ao lado do seu próprio príncipe.
Suas inspirações literárias são as autoras Emma Chase, Sophie Kinsella e Kristen Proby, ícones da literatura romântica mundial.
Louca Por Você é seu romance de estreia, e faz parte da série After Dark.



6 comentários:

  1. Achei um pouco (MUITO) clichê essa história, Ana.
    Não leria nem se eu ganhasse o livro, confesso para você.
    Sou chata nas leituras e um pouco seletiva. Não gosto do gênero e não leria também nem se me pagassem para fazer isso hahaha.
    Acredito que essa parte da garota não se cuidar e as outras viverem sob ilusões e fantasias é algo surreal, ridículo e que poderia ser melhor escrito. Mas né... Quem sou eu para julgar? rs

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista. São 3 ganhadores e você escolhe o livro que deseja ganhar.

    ResponderExcluir
  2. Oi Ana...
    Eu já li este livro, e confesso que esperava um pouco mais da obra.
    Você foi bem sincera..rs
    Eu não gostei tanto, mas gostei um pouquinho mais que você. Achei tuuudoooo muito previsível.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi, Ana!
    Eu comprei esse livro depois de ler muitas resenhas positivas, mas depois notei opiniões divergentes e acabei me desanimando. Até agora não o li, mas pretendo. Penso, no entanto, que vou curtir o enredo. Eu sou romântica e aprecio clichês… Só preciso estar no clima para eles. É o tipo de livro que lerei como entretenimento, sem esperar mais que isso.
    Esse lance de ter muito sexo… ah, complicado. Eu li Ruiva Misteriosa e isso também me incomodou. De 10 páginas, umas 7 eram de sexo. Sério. Um exagero. Aí, o casal começava a conversar (no pós-sexo) e era tão doce, fofo, certo. Então, eles faziam sexo de novo e você ficava com o dobro de páginas entre posições, sabores e êxtases. Complicado. Quando parava de ler, era sempre numa cena de sexo, porque – caramba! – eram muitas. Cansava. Você já leu?

    Ainda tenho esperança de curtir Louca Por Você. ;)

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fran!

      Ainda não li, mas quero, acho a capa bonita demais!
      Pois é... nada contra, eu até gosto sabe? Mas tem que ter uma história, não só sexo, isso irrita mesmo... rsrsrsrsrrs

      bjo bjo^^

      Excluir
  4. Oi! Nossa, pela capa eu achava que era uma história maravilhosa, mas confesso que sempre quando é desse gênero eu fico com um pé atrás, já me decepcionei com muito. Odeio personagens cheios de mimimi, que não são determinados e que parecem se autoflagelarem sempre. Acho que vou fugir desse livro, mesmo amando quando a história envolve oi mundo da música.

    ResponderExcluir
  5. ai eu gostei, achei bem legal, eu gosto d chick lit, e esse eu nem sabia que era de nacional o livro, isso pra mim ja é um grande incentivo

    ResponderExcluir

Adptação e personalização por QueenG Design

Tema Base por Butlariz