11 agosto 2015

Resenha: O calor do Vaqueiro - Sable Hunter

Edição: 1
Editora: Qualis Editora
ISBN: 9788568839041
Ano: 2015
Autor: Sable Hunter
Serie: Hell Yeah!
Titulo Original: Cowboy Heat
Páginas: 158

Sinopse:
Aron McCoy largou a mulher. Ele se machucou uma vez e não pretende cair na armadilha matrimonial novamente.
Quando Libby Fontaine chega ao Rancho Tebow, ela está determinada a viver uma vida inteira em poucos meses, já que o médico não lhe deu certeza de uma remissão permanente para sua leucemia.
A atração entre eles é instantânea e avassaladora. Mas quando Aron descobre que Libby é virgem, ele recua. Aron não tem nada a oferecer para uma garota que merece laço branco e promessas, mas quando ele a encontra nua no tanque de armazenamento de água do rancho e a escuta gritar seu nome em prazer - o calor explode!!!



Resenha:

O Calor do Vaqueiro narra a historia de Libby Fontaine, uma jovem garota que passou grande parte de sua vida lutando contra a leucemia. Ela perdeu os pais de forma trágica muitos anos antes, e enquanto passava dias e dias em um hospital lutando contra o câncer, sua única companhia era seus livros de romance erótico, e o desejo intenso de um dia conseguir viver algo parecido.
Quando seu tratamento finalmente acaba e Libby  recebe alta, seu medico lhe informa que por enquanto, seu corpo esta livre do câncer, mas que a remissão pode não ser algo duradouro. Seu único conselho para ela é : Saia e viva.
"Dois anos são 24 meses ou 730 dias. Não é para sempre. - Enxugando uma lágrima feliz de seus olhos, ela deu ao Dr. Mulligan um sorriso de parar o coração. - Mas, eu aceito."
Assim que sai do hospital uma chance surge na vida de Libby. Uma amiga de sua falecida mãe que trabalha como cozinheira no  Rancho Tebow esta com problemas familiares e precisa se afastar do trabalho por alguns meses, e oferece que Libby a substituta durante este tempo.
De imediato a garota aceita o emprego, por dois motivos específicos, o primeiro é que ela sempre sonhou morar no campo, e o segundo é que ela sempre nutriu uma paixão platônica por Aron McCoy desde o ensino médio, que é o mais velho dos irmãos McCoy e dono do Rancho Tebow.

Quando chega ao Rancho, Libby esta disposta a viver uma vida normal e não revelar sua condição para nenhum deles, principalmente para Aron, que ela deseja ardentemente que à veja como uma mulher desejável e não como alguém doente. Mas, este não é um segredo só seu, Jacob, um dos irmãos McCoy foi um dos benfeitores que custearam seu tratamento e concedeu um empréstimo estudantil para ela continuar seus estudos, tudo através de uma fundação criada pela família dos garotos que ajuda pessoas com câncer.

 O Rancho Tebow é tudo que Libby imaginou e ter todos os irmãos McCoy deslumbrados por sua comida é mais do que ela esperava.  Mas, o mais inusitado é o fato de que Aron começa a demonstrar um interesse genuíno por ela.

Aron , o mais velho dos irmãos McCoy, tem um passado bastante tenso e intenso. Quando sua mãe faleceu, ele decidiu que precisa casar para que alguém assumisse o lugar dela na casa e para cuidar de seu irmão mais novo. Mas, ele não poderia ter feito uma escolha pior quando decidiu trazer Sabrina para casa. Futil e sem o mínimo interesse em viver uma vida no campo, Sabrina traçou como meta usar o máximo de dinheiro possível que conseguisse tirar de Aron, enquanto flertava com seus outros irmãos pelas suas costas. E quando ela se esgueira durante a noite para o quarto de um deles, é o fim do relacionamento. Mas o dano já estava feito e Aron prometeu não mais se deixar envolver por nenhuma outra mulher. E ele se mantem com este pensamento, até que encontra Libby em sua cozinha.
“Amor libera energia e alimenta famintos. Amor constrói pontes e derruba paredes. Amor resolve duvidas e responde perguntas. Amor conquista tudo.”
Então, não tem muito o que falar sobre este livro sem dar spoiler, já que tem só 150 paginas. Mas assim,  é um romance erótico e como a capa e o título deixam transparecer, é bem no estilo romance de banca, sabe, sexo, sexo e sexo. Os protagonistas tem um lema, eu acho, porque qualquer hora é hora e qualquer lugar é lugar.  É algo tipo: ah, uma dispensa, vamos fazer sexo aqui. Oh, um celeiro, vamos fazer sexo aqui. Um balcão da cozinha? Mesa de custura?...enfim...

Bom, o romance entre os protagonistas também não é algo que me agrade. Eu não gosto de romance instantâneo, pois apesar da Libby ter uma paixonite pelo Aron desde a escola, ele não sabia nem quem era ela até o momento em que encontra a “nova cozinheira”, e a partir daí  já começa a agir como macho alfa, só falta fazer xixi na perna dela para marcar território. Mas, até ai, tudo bem, a autora usa como desculpa o fato de ele ser rústico para justificar o comportamento dominador. alguém criado no campo, sem tino social. E até que cola, pois até o final da leitura eu já estava bem.  Mas, do outro lado temos Libby, e essa sim é totalmente sem noção. Ok, a historia dela é intensa, com uma bagagem emocional imensa, mas pelo amor, isso não é um passe para ser ridícula. A autora tentou fazer uma personagem tocante e ingênua, mas acabou se tornando algo risível e digno de pena na maior parte do tempo, e nem estou falando sobre o drama dela envolvendo o câncer. Se você esta lendo um romance erótico, é obvio que você gosta das cenas eróticas, concordam? Mas daí a protagonista admite para o cara que treinou sexo oral em um pepino e pede permissão para beijar “seu pintinho”. Oi? Minha única reação foi quase fazer xixi nas calças de tanto rir.

Libby também é aquele tipo de personagem sem personalidade,iniciativa ou opinião própria, o único objetivo e servir e obedecer. Se o cara manda ela pular, a única coisa que ela pergunta é de que altura.
Em todo caso, acreditem ou não, a coisa funciona. É uma leitura rápida e interessante, afinal ambos lidam com emoções conflituosas e intensas.

Um ponto negativo? A tradução. Sim, essa é a parte revoltante desde livro. Frases incoerente, sem concordância e péssima escolha de sinônimos por todo o livro.  Olha, eu realmente valorizo demais o trabalho dos tradutores, muitas vezes os admiro mais do que os próprios autores.Mas este é um trabalho que exige envolvimento com a trama, um livro não é apenas palavras, são emoções, e o tradutor precisa estar em sintonia com elas, ou então não importa o quanto o autor seja bom.
No entanto, o trabalho da editora é de ótima qualidade e a edição física é linda, com uma diagramação bem elaborada. Meus olhos agradecem a editora Qualis sempre que tenho a oportunidade de ler um de seus livros, a fonte é fantástica, de uma tamanho proporcional e com a cor preta bem forte, é o paraíso para nós míopes. Então, obrigado editora Qualis, por tornar nossa leitura ainda mais agradável.
Enfim, quem gosta de romance hot, essa é uma boa escolha, apesar das ressalvas. Sem contar é claro que se trata de uma serie, vamos poder conhecer afundo os outros irmãos McCoy nos próximos volumes.

Sobre o autor:

 Sable escreve romances picantes. Ela vive em Nova Orleans, e acredita que seu objetivo como escritora é fazer com que seus leitores rir com alegria, chorar em simpatia e abanar-se quando leem as partes quentes - ha!
Os mundos que ela cria em seus livros são aquelas onde o direito prevalece, o amor vence tudo e esperando por um herói não é um sonho impossível.

5 comentários:

  1. Olá, Geeh.
    Apesar da boa resenha, não fiquei interessado pelo livro. Achei a premissa bem clichê e estrutura de romance de banca com sexo, sexo, sexo, não me agrada. Além disso, detesto protagonistas sem personalidade.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de agosto. Serão dois vencedores.

    ResponderExcluir
  2. apesar dos diversos pontos negativos sobre a obra eu resolvi anotar o nome aqui para ler o livro, estava convicta a nao ler ate o final da sua resenha, mas ai vc disse que vai ter serie falando sobre os outros irmaos ai eu quero kkk...
    mas vamos ver o que eu vou achar desse livro ne, eu ja gosto de livro hot entao ajuda a situação.. mas vc dizendo que a personagem principal é ingenua e sonsa me deixa c um pe para atras pq eu odeio personagem assim, mas okay ne.. o livro é pequeno entao eh outro motivo para ler..
    tonsdeleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como eu disse: funciona!!
      É uma leitura bem agradavel, e eu pretendo continuar a serie, com certeza!
      Os imãos são bem interessante, o ruim é só a construção dos personagens femininos, mas isso tem até nos best sellers (Bella, Anastasia e Julia estão ai pra provar isso.). E a tradução, que esta bem ruim, espero que a editora troque o tradutor para as proximas publicações.

      Excluir
  3. Ai Geeh!
    Achei bem interessante toda história da Libby e acredito em amor a primeira vista, aconteceu comigo e já estou com maridão há 15 anos...
    E sexo nunca fez mal a ninguém, né?kkkk
    Olha, mas tem muito romance de banca que não é só sexo, sexo, sexo, viu?
    Quero poder ler.
    “Quando vires um homem bom, tenta imitá-lo; quando vires um homem mau, examina-te a ti mesmo.”(Confúcio)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me indica algum? Pq olha, eu devo ter escolhido só os "pesados" até hoje!
      hahaha

      Excluir

Adptação e personalização por QueenG Design

Tema Base por Butlariz