31 outubro 2015

Resenha: Desejo Proibido - Sophie Jackson

Edição: 1
Editora: Arqueiro
Autor: Sophie Jackson
Titulo original: Pound of Flesh
Serie: Desejo Proibido -livro 1.
ISBN: 9788580414509
Ano: 2015
Páginas: 416
Tradutor: Thalita Uba

Sinopse:
Primeiro livro de uma trilogia, Desejo proibido é uma história de amor e redenção, de universos distantes que se aproximam e se fundem numa paixão avassaladora. Seu amor é proibido, mas não pode ser ignorado. Katherine Lane nasceu em berço de ouro. Filha e neta de senadores, a bela ruiva de olhos verdes e curvas perfeitas se formou em Literatura e surpreendeu a todos ao decidir dar aulas em uma penitenciária. Mas quando Carter, um detento inteligente e perigosamente sexy, desperta ao mesmo tempo a raiva e o desejo de Kat, ela é forçada a admitir para si mesma que a decisão de lhe dar aulas particulares pode ter sido motivada não pela generosidade, mas sim pela crescente atração entre os dois. Embora a família e os amigos de Kat temam que a paixão destrua sua carreira e sua vida, tudo o que ela quer é ficar com esse homem que a faz sentir-se completa. Porém Carter guarda um segredo que tanto pode unir seus destinos para sempre quanto afastá-los de uma vez por todas.

Resenha:
“O que acontece quando o amor está no limite entre o prazer e o sofrimento?”
Em “Desejo Proibido” somos apresentados a Katherine Lane, uma jovem de vinte e pouco anos com um passado assustador.Quando criança, Kat presenciou o pai ser espancado até a morte por assaltantes. Ela foi salva por um menino desconhecido, de quem nunca soube nem o nome. Todos acreditam que esse salvador não existiu realmente, que foi uma invenção da cabeça de uma criança que acaba de passar por um trauma gravíssimo.
“Será que ele não percebia que o pai dela precisava dela, que com certeza iria morrer sem sua ajuda? Mas o estranho continuou em frente, puxando-a rua baixo até a porta de um edifício abandonado, a duas quadras de onde o som pavoroso de um tiro tomou conta do ar.”
Anos se passaram, e ela agora é formada em literatura inglesa e trabalha como professora. Só que Katherine quer seguir o legado do pai, que foi um senador aclamado pelo povo e que acreditava que todos precisavam fazer a diferença ajudando o próximo, sem discriminação. Com esse pensamento, Kat acaba se tornando professora em Arthur Kill, uma penitenciaria de segurança mínima. Ela ministra cursos de literatura para os detentos que estão tentando conseguir condicional, e os auxilia no processo. E é exatamente desse modo que ela conhecer Wesley Carter, um homem que exala perigo por todos os poros, mas que também é dono de uma beleza inacreditável e de um corpo escultural.
A animosidade entre Carter e Katherine é instantânea, os dois possuem personalidades fortes que se chocam assim que eles ficam no mesmo ambiente. Mas, Carter está prestes a perder a chance de liberdade condicional por conta de seu mal comportamento e falta de interesse em qualquer outro tipo de atividade que não envolva brigas e socos. Já Kat, que está tentando seguir os passos do pai, decide que não pode abandonar Carter. Sendo assim, ela se propõe a dar aulas particulares para ela, com o intuito de melhor a situação do detento perante os juízes.
"Seu gosto forte, com uma pitada de fumaça. Era sublime. Era como se ela tivesse procurado por ele durante toda a vida. Ele fazia sua cabeça parecer leve e pesada, excitada e apavorada, tudo ao mesmo tempo."
Gente, serio, eu to bem intrigada com essa leitura, não sei bem se gostei ou odiei. Primeiro de tudo, pelo fato de que a trama é previsível, assim que terminei o primeiro capitulo eu já sabia exatamente como seria o final. Quem já leu o mínimo de YA pode adivinhar o final, a estrutura da trama é a mesma de sempre,  um homem e uma mulher, que são totalmente o oposto um do outro, mas que por ironia do destino acabam atraídos. Obviamente o protagonista não é o adequado para a mocinha, e ela tem o “reserva”, que é um baita partidão, o sonho de qualquer mulher. Daí fica aquele dilema entre o certo e o errado, entre a família e o amor verdadeiro.Sem contar, é claro, que algum deles esconde um passado sombrio, um segredo obscuro que em algum momento vai vir átona e explodir a bolha de amor que eles estão vivendo. Entenderam? Descrevi o livro em um parágrafo. Chiche(zão), né?
Mas, em contra ponto, a autora inovou em alguns quesitos. Primeiro de tudo, pelo fato de que tudo acontece tendo como plano de fundo uma penitenciaria. Wesley Carter também não é o tipo de mocinho muito comum, na verdade, ele é o típico anti-herói. Ele não é rico, bem sucedido ou influente, ele é um detento e do tipo barra pesada. Apesar de no psicológico ele ser bastante previsível. Acho que já estamos calejados de personagens masculinos psicologicamente instáveis, agressivos com Deus e o mundo, menos com sua amada, maníacos por controle e afins. Carter segue esse padrão de personalidade, infelizmente, apesar de que a justificativa para isso ser bem aceitável. Podemos classificar Carter como uma incógnita, ele é uma mistura entre o clichê e o inovador, o leitor fica com aquele sentimento divido entre o amor e o ódio por ele.

Já Katherine Lane, eu acredito que deve ser muito amiga de “Anastasia Steele” e de sofrer dos mesmo problemas mentais. Afinal, Ana nomeia o quarto vermelho da dor, vê chicotes, açoites, e as coisas mais bizarras do mundo e se sente excitada. Já Kat, vê Carter atirando meses e cadeiras contras as paredes, batendo em pessoas e fica segurando a periquita para não pular da calcinha de tanto tesão. Mas gente, longe de mim julgar os “gostos sexuais” de alguém, ta?

Outra coisa que me deixou bastante intrigada, é a afinidade que a autora (ou a tradutora, não me dei ao trabalho de pesquisar) tem com a palavra “duro”, não vou me aprofundas nas expressões para não ter que classificar a resenha, mas o linguajar é bem chulo nas cenas de sexo, bem mais do que o necessário.

Enfim, o livro não é ruim, não. Como um todo, a obra é até bastante agradável de se ler. A personalidade dos personagens pode não ser lá muito original, mas o romance que se desenvolve ao longa da trama é bem bonitinho, não é amor a primeira vista e sim, tesão a primeira vista, o que é interessantíssimo e inusitado, e  essa divisão entre amor e sexo é divertida de se ler.
O que me fez enrolar na leitura foi o fato que a historia é arrastada, e progride a passos de tartaruga. De mais de 400 paginas, o enredo pode ser condensado em no máximo umas 250 com folga.
Mas a autora trabalhou a bagagem emocional dos personagens com maestria, o que torna o drama pessoal de ambos bastante emocionante, repleto de conflitos, principalmente morais.
A trama também tem um fundo reflexivo, sobre amor, amizades verdadeiras, mas principalmente sobre superação.

É isso, eu expus meu coração para vocês nessa resenha. O livro me deixou com aquele sentimento contraditório, não sei se amei, odiei... ou se simplesmente aturei... Bem, acredito que cada um deve ler e tirar suas próprias conclusões, é um livro intenso e cheio de sentimentos, afinal, não da para classifica-lo simplesmente, cada um precisa sentir, esse é um livro sobre emoções (conflitantes).
Um ponto interessante também, que eu quase ia esquecendo, é que a narrativa da trama é feita em terceira pessoa, o que da uma grande oportunidade para o leitor conhecer afundo ambos os personagens.

Sobre o livro físico, editora Arqueiro, sua linda, porque capas tão bonitas? Serio, a editora é fantástica, o livro está lindo, a textura da capa é aveludada, é maravilhoso ficar passando os dedos, a diagramação é simples, mas de boa qualidade, sem erros de revisão aparente, paginas amareladas e uma fonte agradável para leitura.
“- Me diga do que você precisa.-Deus, esta... Esta aqui. – Ele pegou a mão dela e a levou até o seu coração palpitante. – Nunca senti nada assim antes. – Ele lambeu os lábios. – Doí.- Seu coração dói?O rosto dele desabou.Kat observou a água quente escorrer pelo rosto dele.- É seu. Todo ele. – Ele piscou com os cílios encharcados. – Agora seu sei.Carter fez uma pausa.- Kat, eu... – Ele ergueu a cabeça e, com o nariz ao lado do dela, os braços enrolados em seu corpo e o vapor da água formando um casulo em torno deles, abriu a boca,olhou nos olhos dela, e ofegou: - Eu ... Eu... amo você.”
Sobre o autor:

Sophie Jackson é uma professora do noroeste da Inglaterra que adora ler, assistir a filmes e é assumidamente fã de quadrinhos. Ela gosta de praticar exercícios, mas só porque adora comer e beber vinho. Desejo Proibido é o seu primeiro romance, o volume 1 de uma trilogia que já foi vendida para diversos países.

5 comentários:

  1. Adoro esses livros com homens perigosamente sexy. kkkkk

    Seguindo o blog!
    Beijos,
    http://postandotrechos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi, Geeh. confesso que sempre julguei o livro por seu conteúdo erótico. mas, com sua resenha pude ver um pouco além. Mesmo assim, não consegui me interessar pelo livro. Porquê? Bem, eu gostei do inicio da história, uma professo de literatura dando aula em presídios, como uma ação voluntária. Mas, fica claro que os dois se apaixonam e rola uma certa culpa e inocência juntas. Não gostei!

    ResponderExcluir
  3. Olá.
    Compraria esse livro pela capa que achei linda, mais agora lendo sua resenha um é bem meu estilo não, gosto de coisas imprevisível, e pelo que percebi esse é bem previsível, e isso num me atrai muito não.
    Bjocas

    ResponderExcluir
  4. Olá, Geeh.
    Confesso que eu não tenho o mínimo interesse no livro. Após a sua resenha, que foi boa e sincera, o meu interesse diminuiu ainda mais. Tramas clichês me desagradam, ainda mais quando o hot está envolvido. Detesto o óbvio. Além disso, esse gosto sexual dela não faz o mínimo sentido para mim.


    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de outubro. Serão seis livros para três vencedores.

    ResponderExcluir
  5. De fato eu nunca me interessei muito por livros com essa temática, mas esse está sendo um dos únicos que eu sinto realmente vontade de ler, que realmente me interessa. Acho que a minha lista de livros vai aumentar esse ano drasticamente. Adorei o seu blog, já está nos meus favoritos.

    Meu Blog: www.umcontainer.com

    ResponderExcluir

Adptação e personalização por QueenG Design

Tema Base por Butlariz