29 outubro 2015

Resenha: Marca da Escuridão - Livro 1 - Sylvia Day


Edição: 1
Editora: Faro Editorial
ISBN: 9788562409356
Ano: 2015
Páginas: 280

Livro cedido em parceria com a Editora
Sinopse: Amaldiçoada por Deus, caçada por demônios, desejada por Caim e Abel...Tudo isso em um dia normal de trabalho...
Anos atrás, Evangeline teve uma incrível noite de amor com um homem misterioso que ela nunca mais conseguiria esquecer. Mas aquele momento de prazer tornou-se um desastre de proporções bíblicas: ela recebera a Marca de Caim.
Empurrada para um mundo em que pecadores são marcados e transformados em assassinos de demônios, ela tem agora Caim como protetor e Abel como seu novo chefe, que também fica loucamente atraído por ela.
Eva torna-se então o novo e explosivo ponto de discórdia, no caso mais antigo de rivalidade entre irmãos...




Resenha:

Marca da Escuridão é o primeiro volume da trilogia Marked, de Sylvia Day. Autora que eu nunca havia lido nada, apesar de querer conhecer a escrita da mesma. Creio que este livro tenha sido uma ótima "primeira vez", pois contém o estilo sexy e sensual da autora, com um enredo sobrenatural que gostei muito!
"Como Eva podia explicar o prazer que não  queria sentir? A marca em seu braço? As condições impecáveis de suas roupas? E as asas... Meu Deus, o homem tinha asas brancas e macias."
Neste volume vamos conhecer Evangeline Hollis, mais conhecida como Eva. Quando era adolescente, Eva teve uma noite de amor inesquecível com Alec; dez anos depois, ela descobre que Alec é Caim, e por ter pecado, Eva é marcada com a Marca de Caim e se torna uma Marcada: ganha poderes superiores aos humanos e caça Demoníacos -seres sobrenaturais que quebram as regras impostas pelos Arcanjos.


Mas ao contrário do que a sinopse induz, não é Caim que a marca, é Abel, seu irmão e agora chefe de Eva. Caim torna-se seu protetor e professor, ensinando-a a como se defender e a apurar seus novos instintos. Caim e Abel já possuem uma rivalidade, Eva torna-se mais uma, pois ambos a desejam ardentemente.
"- Relacionar ao sistema judicial humano pode ajudar a entender. Cada pecador ou pecadora tem um julgamento in absentia e o Senhor preside o caso. Jesus atua como defensor público. Está claro até aqui?
- Eu vejo Law and Order.
- Certo. Se houver uma condenação, um dos serafins envia a ordem para uma empresa cuidar da caçada do Demoníaco.
- Uma empresa?
- É como uma empresa de finanças. Um arcanjo se torna responsável pela captura, como um fiador. Na realidade, ele não realiza nenhuma caça. Os Marcados fazem o trabalho sujo, e recebem uma recompensa, exatamente como um caçador de recompensas; só que, nesse caso, o prêmio são indulgências. Com o bastante delas você se livra de sua penitência."
Que livro incrível! rsrsrsr Gostei muito de como a autora utilizou personagens bíblicos para ilustrar o enredo deste volume. Caim e Abel são dois cabeças duras incrivelmente atraentes e teimosos. Eva é uma protagonista maravilhosa! Esqueça as mocinhas em perigo, Eva veio para quebrar a banca e ser uma Marcada foda em todos os sentidos! Além do conteúdo hot, o leitor também vai rir muito com as tiradas de Eva e seu humor negro.
As cenas de sexo são bem descritas e cheias de significados, ao contrário do que pensei, não me senti lendo algo pornô, senti sensualidade e desejos ardentes de ambas as partes. O que não gostei foi o triângulo amoroso que inevitavelmente acontece, mas creio que Eva já tenha seu preferido e isso é o que torna as coisas mais reais.


Também encontramos ação do começo ao fim! Prepare-se para muitas lutas com os Demoníacos e entre os irmãos! rsrsrsr
Marca da Escuridão tem tudo para conquistar o leitor e deixá-lo ávido por mais, o enredo me lembrou a série Os Instrumentos Mortais, mas passou-se como uma lembrança mesmo, pois tudo o mais é diferente.
Eva terá que ser forte e enfrentar seu destino, mesmo tendo Caim e Abel ao seu lado, Demoníacos tentarão matá-la e sem saber, ela faz parte de um plano maior, que envolve disputa de poder entre os Arcanjos.
"A garota que ele conhecera e amara tinha sumido, para nunca mais voltar. Fora arrancada de sua vida segura e ordeira e jogada em um mundo onde demônios a caçavam e amizades queridas pagavam o preço."
A narrativa é em terceira pessoa, acompanhando, principalmente Eva, mas também acompanha outros personagens igualmente importantes para a trama - Caim, Abel e Raguel. Eva entrou para minha lista de personagens femininas que vou amar para sempre, por sua força, determinação, paixão e amor por todos os seres vivos.
A diagramação é simples, mas bem feita, encontrei poucos erros de revisão, o que não prejudicou minha leitura. A capa é um show a parte e condiz com o enredo apresentado. Só fiquei triste porque minha capa soltou, como é colada, o manuseio durante a leitura a fez se soltar.


Impossível não indicar este livro, confesso que comecei a leitura com o pá atrás, pois já tinha lido resenhas um tanto perturbadoras dos livros desta autora, mas depois de finalizar a leitura, me senti completa, pois a história é bem escrita, com mistério, mentiras, brigas, sexo, amor e lealdade. Tudo para entreter o leitor da melhor maneira possível! Super recomendo!


Avaliação:


Sobre a autora:





Nasceu em 1973, em Los Angeles. Publicou romances dos mais variados gêneros, muitos dos quais entraram para a lista de mais vendidos do New York Times, com três pseudônimos diferentes. Mãe de dois filhos, trabalhou como tradutora do russo para o serviço de inteligência do Exército dos Estados Unidos.



6 comentários:

  1. Olá, Ana. Quando vi a capa de Marca da Escuridão deduzi que era um livro erótico, mas tive a certeza quando vi a autora, Sylvia Day. Vocês do Blog já devem estar cansados de saber que n´~ao gosto de livros eróticos, risos, mas a Sylvia Day consegue me irritar ainda mais. Não consigo sequer tocar num livro da autora, primeira vez que fiz isso adentrei em uma leitura muito rebuscada e personagens chatos. Espero que tenha sorte com a continuação de Marca da Escuridão.

    ResponderExcluir
  2. Oi Ana, tudo bem??
    Há... não curto a escrita da autora. Li toda sua e detestei.Depois li outro livro que envolve o sobrenatural e não curti tanto, mesmo a história sendo boa, a verdade é que não me dei bem com a escrita da autora.
    Que bom que você gostou, fico feliz, porque temos vários tipos de opinões dos leitores sobre sua escrita e a história de seus livros.
    Xero!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá, Ana.
    Como você sabe, já li a obra. A primeira obra hot que li na vida. rs
    Acho que você curtiu a leitura um pouquinho mais do que eu. Eu gostei da escrita da autora, a mitologia bíblica inserida é excelente, mas o clichê me incomodou demais. Porém, isso acontece, né? Contudo, a obra é boa, principalmente para quem curte o gênero.


    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de outubro. Serão seis livros para três vencedores.

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Eu nunca li nada da Sylvia Day, e já vi que esse não vai ser " minha primeira vez" rsrs. nenhum até hoje me chamou a atenção nem me interessou a ponto de eu ler, apesar de minha melhor amiga ser louca pelos livros dela e comprar tudo e me insistir pra ler eu simplesmente não consigo, mas quem sabe um dia ela venha a escrever algo que me interesse.
    Bjocas

    ResponderExcluir
  5. Sou super fan da autora e se tivesse dinheiro suficiente, compraria tudos os livros e series dela. Amo como ela escreve. Sem ser chato e muito detalista. Direta ao ponto sem deixar nada a desejar. Esse livro é maravilhoso como todos os outros dela ( sou suspeita. muito fan mesmo.)

    ResponderExcluir
  6. Oi Ana !
    Sou viciada nos livros da Sylvia Day, amo de paixão e adorei a resenha
    Bjs

    ResponderExcluir

Adptação e personalização por QueenG Design

Tema Base por Butlariz