19 março 2016

Resenha: Beleza Cruel - Rosamund Hodge

Edição: 1
Editora: Novo Século
Autor: Rosamund Hodge
ISBN: 8542805186
Titulo Original: Cruel Beauty
Ano: 2015
Páginas: 312
Tradutor: Vera Limongi

Sinopse:
Desde o nascimento, Nyx estava prometida em casamento a Lorde Gentil, o perverso governante de Arcádia – tudo por causa de uma irrefletida barganha do pai dela. E, desde então, ela tem sido treinada para matar o soberano. Obrigada a obedecer ao cruel acordo e sentindo-se traída por sua família, Nyx luta contra seu destino. Entretanto, em seu 17o aniversário, ela abandona tudo aquilo que conhece para se casar com o todo-poderoso e imortal Lorde Gentil. O plano dela? Seduzi-lo, desarmá-lo e quebrar a maldição de 900 anos que ele lançou contra seu povo. Mas ele não é o que Nyx esperava. O enigmático charme do Lorde a seduz, e seu castelo – um inconstante labirinto de salas mágicas – a encanta. Enquanto Nyx procura um meio de libertar sua terra revelando os segredos de seu esposo, encontra-se inevitavelmente atraída por ele. Mas como ela pode amar seu inimigo e recusar o dever de matá-lo? Inspirado no clássico conto de fadas A Bela e a Fera , Beleza cruel é uma deslumbrante história de amor sobre como nossos desejos mais profundos podem mudar nosso destino.

Resenha:
" Fui criada para me casar com um monstro."
Em Beleza Cruel vamos ser apresentados a Nyx, uma garota que viu seu destino ser traçado ainda quando era uma criança. Ela foi criada sabendo que sua sina era casar-se com Lorde Gentil, um demônio perverso que governa Arcádia a milhares de anos.  E o demônio possui este nome pois faz acordos com qualquer um que o procure, concede o que a pessoa deseja, mas o preço de ver o seu desejo realizado as vezes é alto demais, sem contar que ninguém consegue ludibriar o Lord, por mais que acredite ser mais esperto que ele. Como foi no caso do pai de Nyx, que acreditou ser esperto o suficiente para enfrentar e obriga-lo a realizar o seu desejo, de ter filhos saudáveis, já que sua esposa, mãe de Nyx, era infértil.  Mas, ao final de tudo, ele teve duas filhas saudáveis, mas sua esposa faleceu no parto, mas como pagamento, ele prometeu dar uma das gêmeas em casamento ao Lord. E foi assim que o objetivo de vida de Nyx foi alterado e desde então, ela vem sendo instruída para conseguir matar Lorde Gentil e libertar seu povo do jugo dos demônios

Nyx e Astria não poderiam ser mais diferentes, apesar da aparência. Enquanto Astria é a alegria em pessoa e todas a adoram, Nyx é o oposto, reservada e introspectiva. Mas desde muito nova ela teve a certeza de que o pai não se importava com ela, afinal escolheu ela e não Astria para casar-se com demônio que assombra Arcádia.  E essa certeza fez dela uma pessoa amarga e rancorosa, com ódio do mundo e principalmente do pai e da irmã, que teria uma vida tranquila e simples, enquanto ela provavelmente caminharia para a morte após o casamento forçado, já que seu intuito era matar o marido ou morrer tentando.

E é assim que Nyx cresce, repleta de ódio e com uma responsabilidade imensa , já que precisa vingar sua mãe, que morreu no parto por conta do trato entre seu pai e o Lorde e salvar Arcádia de seu algoz. E, em meio a tudo isso, assimilar e aceitar o fato de que morrerá no processo.  Sem contar com a convivência diária com sua tia, que agora é amante de seu pai e com a irmã, que parece viver em um mundo paralelo, onde tudo são flores, sorrisos, rapazes e vestidos bonitos.

Quando o temido dia de seu casamento chega, Nyx se sente entorpecida e já está conformada com a sua realidade.

Lorde Gentil é quem governa Arcádia, e é ele quem controla todos os outros demônios que assombram os habitantes, enlouquecendo qualquer desavisado que se aproxime ou fique nas sombras.  O perverso ser vive em um castelo em ruínas no topo de uma montanha em Arcádia e de lá tudo vê e tu ouve.
Quando Nyx chega as ruínas do castelo para conhecer seu marido ela tem uma surpresa. O que por fora parece ser apenas uma torre e destruição, por dentro é um imenso castelo, com inúmeras salas e todas parecem ter vida própria, assim como o castelo em sí, com seu corredores que mudam todas as noites e suas salas repletas de segredos e magia.
“O que está em cima é como o que está em baixo. Tudo é duplo, tudo tem o seu oposto.”
E é ela que ela conhece os dois seres mais intrigantes que já viu. O primeiro deles é Escuridão, um dos servos de seu marido, que é apenas uma sombra silenciosa que a acompanha a todos os lugares por ordem de Lord Gentil ordena. Mas Escuridão consegue durante as noites assumir a forma humana, e se monstra gentil e atencioso com a garota, apesar de ser apenas um escravo, e também se torna o maior aliadado de Nyx na luta para destruir o Lord.

E também existe Ignifex ou Lorde Gentil, como é mais conhecido, que se torna  uma incógnita para Nyx, já que não é nada parecido como o que ela imaginava encontrar.
Ignifex é dono de uma beleza inacreditável e também de um humor considerável e parece não se importar com o fato de que Nyx está disposta a mata-lo assim que tiver oportunidade.Pelo contrario, ele acha graça das tentativas e trata Nyx com o máximo de cuidado e respeito possível. O que deixa a garota confusa , já que conhece os seculos de historia que relatam Lorde Gentil como um vil e cruel ser.
E assim, aos poucos Nyx se vê dividida entre os conflitantes sentimentos que sente tanto por Escuridão quanto por Ignifex, o culpado por todos os males que afligem o seu povo. E em meio a este misto de sentimento e emoções que ela se vê menos inclinada a cumprir o sua tarefa de mata-lo e mais decidida a entender aquele mundo novo em que foi introduzida.
“Sou o Lorde dos Acordos. Considere essa chance como um deles. Regra número dois: quase todas as portas desta casa estão trancadas. – Ele abriu o casaco, e dessa vez pude ver cintos escuros de couro afivelados em seu peito, cada um exibindo uma fileira de chaves. Ele tirou uma prateada de perto do coração e a entregou a mim. – Essa chave vai abrir todas as portas que você tem permissão para entrar. Não tente entrar em nenhuma outra ou vai se arrepender amargamente… embora não por muito tempo.”
Gente, assim, vocês não entenderam errado não, essa é uma releitura de A Bela e a Fera sim, mas caramba, é diferente de tudo que tu já leu por ai ou deve ter imagina ler. O livro é simplesmente eletrizante, do inicio ao fim. Não existe uma palavra melhor para descreve-lo do que FANTÁSTICO.
A autora criou personagens impares, vamos ter aqui uma Bela que também é Fera e uma Fera que não é tão má assim.

Nyx foi um personagem que me cativou do inicio ao fim, por diversos motivos, mas principalmente por ser extremamente humanizada. Existe momento em que ela é rancorosa e cruel, mas logo em seguida ela sente o remorso e a compaixão, deixando que o leitor se delicie com esse conflito interno e se identifique com essas emoções contraditórias que afloram na personagem.

Já Ignifex é o perfeito anti herói, mas não do tipo saturado que existe por ai, ele é ambíguo, é completamente impossível descobrir quais são as suas reais intenções, já que hora ele é cruel e faz jus ao seu lado demônio  e em outras é um perfeito cavalheiro, sensível e até mesmo um tanto vulnerável.
Em resumo, são dois personagens complexos desenvolvidos com maestria por uma autora que sabe o que está fazendo, sem mais.

Mas não são só os personagens que são um primor, a construção da trama também é incrível, já que Rosamund Hodge mistura essa essência de conto de fadas com conteúdo distópico e também, acreditem ou não, mitologia grega.
 Eu não vou me cansar de dizer, esse livro é fantástico.

E mais um ponto positivo é a ambientação criada pela autora e a sua escrita descritiva e detalhada. Sem exagero, é quase como assistir a um filme! Coisa que, por sinal, eu fiquei aqui torcendo para que futuramente aconteça, seria muito merecido.

Mas seguinte, este é um livro com muitos detalhes, como eu já frisei, então você precisa estar focado na leitura, pois ele pode ser o melhor livro que você vai ler este ano ou te deixar sem entender nada, pois a essência está nos detalhes, por isso, se optar por ler, de preferencia para degusta-lo em um momento que consiga se dedicar a leitura.

Enfim gente, eu acho que não preciso dizer mais nada sobre, já ficou  bem claro que eu amei e que tudo foi perfeito, do inicio ao fim, e que você deve lê-lo tipo... PRA ONTEM!!
Sobre o exemplar físico também é uma obra muito bonita, com uma diagramação simples, mas de qualidade, apesar de alguns errinhos de revisão. A capa é uma obra de arte e representa um momento crucial da trama.
"Vamos fingir que sabemos amar. E quem sabe um dia conseguiremos aprender."
Sobre o autor:


Rosamund Hodge tem um B.A. em Inglês pela University of Dallas, e um M.St. em Inglês Medieval pela Oxford. Após se mudar para Seattle começou a trabalhar com computadores e publicou seu primeiro romance em 2014. É fã de mitologia, Hello Kitty e T. S. Eliot.

3 comentários:

  1. Olá, Geeh.
    Está aí um livro que não leria, pois nem a sinopse e a capa me chamaram a atenção. Contudo, sua resenha mudou completamente minha visão sobre o livro.
    Mesmo sendo uma releitura de A Bela e a Fera, a autora parece ter conseguido se desvencilhar bastante do conto original. Ademais, os protagonistas parecem ser para lá de interessantes.
    Excelente resenha.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de reinauguração. Serão quatro vencedores!

    ResponderExcluir
  2. Adoro releitura de contos de fadas, são sempre bem interessantes e diferentes. Fiquei curiosa com esses personagens que Nyx fez amizades e também em como vai ser o desenrolar dela com o Lorde.

    ResponderExcluir
  3. Oi Geeh.
    Ao contrario de você eu já não gostei tanto assim da capa.
    Eu ia comentar já que fazia me lembrar muito A Bela e a Fera aí você disse que era uma releitura kk ADOREI!Adoro releituras e acho dificil encontrar algumas desse conto de fadas em específico. Fiquei muito curiosa pra saber mais e com certeza vai pra minha lista de desejados.
    beios

    ResponderExcluir

Adptação e personalização por QueenG Design

Tema Base por Butlariz