31 março 2016

Resenha: A Oportunista - Tarryn Fisher

Edição: 1
Editora: Faro Editorial
Autor: Tarryn Fisher
Serie: Amor e Mentiras – Livro 1
ISBN: B00019QSZ21S
Ano: 2016
Páginas: 256
Tradutor: Fábio Alberti

Sinopse:
Olivia Kaspen acaba de descobrir que seu ex-namorado, Caleb Drake, por quem era obcecada, perdeu a memória.
Com uma incrível habilidade de tirar proveito das situações, ela acredita estar diante de uma segunda chance para ter Caleb de volta.
E para que seu plano dê certo, Olivia precisa manter sua verdadeira identidade e seu passado sórdido em segredo.
Porém, surge um obstáculo inesperado: a atual namorada de Caleb, a perversa Leah Smith.
Inicia-se então um jogo entre duas mulheres dispostas a tudo para conquistar o homem que parece ter apagado todo o seu passado.
Para encobrir as consequências de suas mentiras, Olivia cria uma teia de novos eventos, em um processo que pode levá-la a descobrir que sua busca pelo amor talvez a tenha feito ultrapassar limites muito perigosos.


Resenha:
“vai se lembrar de mim todos os dias até o fim de sua vida, porque fui o seu único amor e mesmo assim você me descartou."
Pois então, hoje nos vamos falar sobre  “A Oportunista” o mais novo lançamento da editora Faro!! Curiosos? É, pois é, eu estava bastante, roí todas as minhas unhas e no final quase atirei o livro pela janela. Calma, eu explico tudo!

Ao iniciar a leitura somos apresentados a Olivia Kaspen, uma mulher forte e bastante determinada, formada em advocacia e que esconde vários esqueletos em seu armário, assim como um coração partido.

Quando ainda cursava faculdade, Olivia conheceu Caleb Drake, o garoto mais popular do campus e o astro do time de basquete. E ao contrario de Caleb,  Olivia sempre foi tímida e reservada, até mesmo um pouco rude com as pessoas que tentavam se aproximar. Mas, por mais improvável que isso possa parecer, Caleb se sente atraído por Olivia e ela por ele, apesar de não demostrar, e logo os dois engatam um namoro serio.
Com o passar do tempo, e mesmo com o relacionamento do casal indo razoavelmente bem, a infância sombria de Olivia começa a atormentar a garota e a prejudicar esse, até então, relacionamento perfeito.
Olivia tentar esconder de Caleb sobre o seu passado, que o pai traia a mãe com a melhor amiga dela e que após uma briga com a amante ela deu um tiro nele, o matando, e que alguns anos após a mãe dela também veio a falecer de câncer. Tudo isso atormenta a cabeça de Olivia, que desde de muito cedo aprendeu que amar não é uma coisa boa, que causa sofrimento e dor para todos os envolvidos.E assim como previsto, o relacionamento deles logo chega ao fim, de uma forma traumática.
Anos se passam e por ironia do destino Olivia encontra Caleb em uma loja de cds no centro da cidade. Com medo de ser rejeitada por ele, ela tenta uma aproximação casual, mas algo extremamente inusitado acontece: Caleb simplesmente não a reconhece.
Após trocar algumas palavras com ele, Olivia acaba descobrindo que ele sofreu um grave acidente e que perdeu a memoria. Inicialmente ela fica apavorada com o fato de que ele esqueceu de tudo o que eles viveram, mas logo também percebe que essa é a oportunidade perfeita de ter o seu antigo amor de volta, já que ele não tem lembrança alguma sobre o que os levou a terminar o relacionamento.
E assim os dois desenvolvem uma amizade, mas, apesar de Caleb não lembrar do passado, o passado dele não sumiu, e sua namorada Leah é um empecilho para Olivia em sua tentativa de recuperar Caleb.
Mas o ditado que diz que mentira tem perna curta começa a fazer sentido quando Leah descobre quem realmente Olivia é, e ameaça revelar tudo para Caleb.
“Era impossível ficar longe dele. Ele era o meu crack. Eu nunca me cansava dele; quando eu o tinha, já começava a pensar na próxima vez em que poderia tê-lo novamente.”
Gente, assim, eu não tenho nem ideia do que escrever para vocês aqui. Esse livro mexeu com o meu psicológico e com meus sentimentos. Eu fui do amor ao ódio em 253 paginas, isso é fato.
O livro aqui é um Thriller psicológico intenso, não pense que se trata de somente mais um romance conturbado. Eu não sei gente, minha cabeça ta confusa e aquele sentimento ambíguo de amor e ódio me consome. Então, me desculpe se eu surtar no meio da resenha ou se as coisas saírem um pouco incoerente; é o coração e a mente de um leitor psicologicamente instável depois de uma leitura intensa.

Como vocês já devem ter notado, o livro é um triangulo amoroso, mas não tem por quem o leitor torcer, não tem como escolher com quem o mocinho deve ficar, pois ninguém presta, nem mesmo o mocinho. Todas as três pontas do triangulo são manipuladoras, mentirosas e sem escrúpulo na hora de conseguir o que desejam. Então, você fica ali, tentando decidir quem é o menos pior.

A Olivia é um personagem que me marcou muito, ela é aquele tipico tipo de mulher de novela que ama demais. Sabe aquelas que corta as roupas do marido e esfaqueia a amante? Pois então, só que Olivia não é tão explicita, ela é manipuladora, mentirosa e sutil, e usa desses artifícios para chegar onde deseja, que no caso, é no coração de Caleb.  E ao mesmo tempo em que ela é tão odiosa, é impossível do leitor não se apaixonar por ela, pois existe esse passado, a infância sombria e os medos e anseios dela.Sem contar é claro que ela é autodestrutiva, ela tenta colocar fim em tudo de bom que acontece na vida dela, e também não tem nenhum auto estima, que acredita não ser digna de amor e afeto.

Temos também a perversa namorada de Caleb, a ruiva Leah, que também é uma figura impar, que ao contrario de Olivia, acredita que merece bem mais do que tem, apesar de já ter tudo, ser rica e de boa família. A atual obsessão dela é Caleb, então quando ele (re)conhece Olivia e se sente atraído por ela, sem nem ao menos lembrar do passado, Leah se vê ameaçada, e vai fazer da vida dos dois um grande inferno.

 E no meio desse fogo cruzado temos Caleb Drake, que inicialmente acreditamos ser o coitadinho nas mãos das duas doidas instáveis. Mas, já vou logo avisando, ele não presta tanto quanto elas, e no final das contas se mostra um lobo na pele do cordeiro.

Enfim, como deu para vocês perceberem, temos aqui poucos personagens realmente envolvidos na trama, mas a qualidade da construção deles é maravilhosa, cada qual possui uma personalidade marcante e única, e a autora mantem isso do inicio ao fim, com maestria. Sem contar, é claro, sobre a bagagem emocional que cada um deles possui, que apesar dos fins não justificarem os meios,  são o estopim para que a bomba exploda na rosto do leitor e o deixe atordoado.

Eu confesso que comecei a leitura bastante cética, pois triângulos amorosos não me agradam nem um pouco. Mas, no decorrer de apenas o primeiro capitulo, eu já tinha certeza de ter cometido um engano. Este livro não foi nada do que eu imaginava, e isso foi a melhor coisa que poderia ter acontecido.

Este livro não é um romance realmente, é um suspense mascarado como tal. O foco aqui não é realmente os casais, mas sim quem vai jogar mais sujo para conseguir o que deseja.

Mas, aqui vai um grande mas: eu não curti o final. O final me deixou com aquele sentimento de ser traída. Aquela vontade quase incontrolável de jogar o livro pela janela e chorar de raiva até não poder mais. Realista? Siiiim!! E foi isso que me incomodou, eu não estava preparada psicologicamente para levar esse tapa na cara que foi o final. Simples assim. Eu não posso dar spoilers, mas foi um choque de realidade o final, que me deixou de queixo caído.

Como vocês já devem ter lido a respeito, a editora Faro esta tentando trazer a autora para a Bienal de SP, e eu ainda não decidi se vou lá para agradecer por ela ter escrito uma obra tão boa e intensa ou se vou lá chorar aos pés dela perguntando o porque de tanta maldade com o coraçãozinho dos leitores.

Até o ultimo capitulo, literalmente, eu estava  preparada para dar cinco estrelas e um coração para o livro no skoob. Mas, em duas paginas Tarryn Fisher destruiu meus sonhos e levou só duas estrelinhas! =/

Sobre o livro físico eu nem preciso comentar muito, uma palavra define bem: Perfeito! O livro tem uma diagramação bem simples mas primorosa, com uma revisão impecável, paginas grossas e amareladas e fonte bastante agradável para leitura. A capa também segue o padrão de simples e de qualidade, já que não possui muitos detalhes mas é extremamente impactante. E para a alegria de quem já leu ou pretende ler,  a Faro foi tão simpática e amiga do leitor que não vai fazer a gente esperar muito para ter a continuação em mãos, A "Perversa" sai em junho e "O Impostor" sai em novembro!!! \o

Para finalizar, já que eu me estendi tanto por aqui, preciso dizer: LEIA ESTE LIVRO!!
"- Você mudou tudo em meu mundo. Eu tinha tanto pavor de perdê-lo que acabei fazendo tudo o que estava o meu alcance para afugenta-lo. Acreditei que se eu não fizesse isso, no final das contas, você mesmo perceberia que ficar comigo era perda de tempo e me deixaria."
Sobre o autor:


Tarryn imagina que nasceu escritora . Ela dorme pouco, lê muito e tem um mau vício em Starbucks. Atualmente vive em Washington com sua família.

"Eu sou uma vilã na vida real , de verdade. Eu  bebo quantidades doentias de Starbucks. Na maioria das vezes o meu cabelo cheira a café. Eu nasci na África do Sul , e vivi lá durante a maior parte da minha infância . Eu me mudei para Seattle apenas por causa da chuva. Roma é o meu lugar favorito no mundo até agora, Paris vem em um segundo lugar . Eu leio e escrevo mais do que dormo. Quando eu tinha onze anos, eu escrevi uma novela inteira sobre órfãos fugitivos , usando apenas tinta roxa . Eu sou viciada em Florence and the Machine e eu viajo para ver shows. Eu amo filmes de terror e girafas . Eu passo muito tempo no Facebook. Nos encontramo lá ? "

7 comentários:

  1. Nunca tinha visto esse livro, mas depois de ler sua resenha — que aliás é ótima — eu me interessei bastante 😍

    ResponderExcluir
  2. Olá, Geeh.
    Não comecei a ler o livro ainda, mas fiquei louco agora. Sabia que a obra era intensa, mas não imaginei essa pegada de Thriller psicológico. Isso, sem dúvidas, me fará gostar ainda mais da obra.
    Quanto ao final, provavelmente amarei. Adoro fins realistas.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de reinauguração. Serão quatro vencedores!

    ResponderExcluir
  3. To boba que de 5 estrela o livro caiu pra 2 :O Esse final deve ter sido horrivel mesmo pra você então.
    Quando vi esse livro por aí, sem nem ler a sinopse, achei que era hot, mas vendo que é só uma "fantasia" de romance eu me interessei pra caramba. Quero ver todas as maldades que esses integrantes do triagulo amoroso fazem.
    beijo

    ResponderExcluir
  4. Adoro um Thriller psicológico e esse parece ser dos bons apesar do final ter deixado a desejar, mas quem sabe no próximo volume o final seja melhor rs. Já vi que esse livro é daqueles que nos faz sentir todos os sentimentos de uma vez, os bons e os ruins. Fiquei bem intrigada com os três não serem quem parece isso surpreende o leitor, também não sou chagada a um triângulo amoroso.

    ResponderExcluir
  5. Olhando para esta capa, jamais imaginaria que encontraria uma estória cheia de suspense, romance e tantas reviravoltas, capaz de prender qualquer leitor do começo ao fim do livro. E nada mais gostoso do que ser surpreendida por uma estória com personagens marcantes e uma trama bem construída. Sobre o final? Eu não poderia estar mais curiosa em descobrir. Espero ter a oportunidade de ler A Oportunista em breve.
    Bjs, Geeh!

    ResponderExcluir
  6. Geeh!
    Não gosto de triângulos amorosos também, porém gosto dos thrillers psicológicos carregados de mistério.
    E com personagens tão carregados de más intenções, o livro deve ser maravilhoso/!
    Se eu fosse a autora, o Caleb não ficaria com nenhuma das duas, traria uma nova personagem feminina que conquistasse o coração dele e as deixassem a ver 'navios'..(sou cruel, né?kkkk)
    “Não ganhe o mundo e perca sua alma; sabedoria é melhor que prata e ouro.” (Bob Marley)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista especial de aniversário em abril: com 6 livros 5 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  7. Uau.
    Meu queixo estar no chão definitivamente, o que escrever??.
    Estou absolutamente sem palavras, esse livro estar na minha lista desde que eu vir o lançamento pela editora, e confesso que já tinha me apaixonado desde a capa, confesso que assim como você não curto muito triângulos amorosos, mas esse com duas mulheres? Já me ganhou, confesso que gosto muito de personagens sádicos e pelo que você descreveu, esse livro é o meu número com certrza.

    ResponderExcluir

Adptação e personalização por QueenG Design

Tema Base por Butlariz