20 abril 2016

Resenha: Quando eu Olhar pra Você (Ward #1) - Lucy Vargas


Edição: 1
Editora: Independente
ISBN: 9781311651969
Ano: 2013
Páginas: 314

Compre: Site da autora (Físico) - R$ 26,00 / E-book Amazon - R$ 6,99

Livro cedido em parceria com a autora
Sinopse: Amar nunca é fácil. Mas quando você se envolve com um Ward, tudo é difícil e inexplicável demais para suportar. Beatrice sempre soube que devia ter deixado Sean quando ainda podia resistir. Talvez nunca devesse ter entrado nessa.
E agora ele voltou. Insaciável, apaixonado e mais errado do que nunca. Disposto a tudo por ela. Será que Beatrice está pronta para perdoar e ceder à obsessão apaixonada de Sean?
Quem disse que depois do casamento tudo se acalma? Nada é calmo com um Ward. E ele vai desafiá–la por sua última chance. Você está pronta para Sean Ward?




Resenha:

"Quase um amor de livro que ninguém acredita, a história nem é tão boa, os personagens são insanos, mas amam com tanta força que você acaba lendo até o final e depois fica perdido, mas apaixonado por eles."
Escolhi esse quote para começar essa resenha, porque ele diz exatamente o que eu pensei durante a leitura deste livro.
Recebi Quando eu Olhar pra Você em parceria com a autora Lucy Vargas, e confesso que só me inscrevi para a parceria por causa dos romances de época que ela escreve. Eu nem sabia da existência deste livro e, quando ele chegou aqui, resolvi dar uma chance, pois apesar da sinopse ser bem fraquinha, essa capa prometia!


Sean e Beatrice Ward estão casados a 4 anos... o namoro, a paquera e a paixão, ficou no passado. Eles vivem um casamento de aparências. Como Sean Ward é um empresário de sucesso, eles sempre saem juntos para festas referentes ao trabalho dele, mas é só isso. Beatrice se formou em design de interiores logo depois de se casar com Sean, na época, ela pensou que daria certo, afinal a química entre os dois era forte demais, mas depois do casamento, Sean não parava mais em casa, não falava mais com ela, não a convidava para sair... Mas Beatrice também tem sua carga de culpa: nunca o inquiriu sobre onde e com quem ele estava, toda vez que Sean tentava tocá-la, apesar de ela querer muito, ela se afastava e se trancava em seu quarto. Brigas??? Nenhuma. 4 anos de casados, 4 anos morando com estranhos, 4 anos de completo descaso com a relação tão linda que eles tinham antes do casamento....
"Ele não a levava para jantar se não fosse um compromisso social, também não dançava com ela. Sean mal passava seu tempo conversando com ela. Mesmo assim, eram quatro anos de um casamento de aparências. Não era como se enganasse as outras pessoas, eles não brigavam nunca. Não viviam em um inferno."
Beatrice sempre desconfiou, mas não acreditava que Sean realmente tivesse uma amante, até que ela viu com seus próprios olhos... e o pior de tudo: A mulher era uma cópia descarada de Beatrice!
Sean achava que Beatrice não se importava e, por ansiar tanto poder tocá-la e conversar com ela, acabou arrumando as "cópias", mas elas não passavam disso: cópias da mulher que ele queria. Nunca havia dormido com elas, só queria conversar com elas como se fosse Beatrice se importando com ele, mas Sean acabou cometendo um erro, e agora seu casamento está por um fio.

A primeira coisa que me chamou a atenção, foi o enredo totalmente fora do comum: sempre que leio um romance, espero encontrar os personagens separados, vivendo suas vidinhas até se encontrarem e se apaixonarem. Aqui, Sean e Beatrice estão casados. A autora começou plo fim do relacionamento deles, ela pegou a parte do "felizes para sempre" e transformou em um romance pra lá de sensual, divertido, dramático e cheio de suspense.


Beatrice é uma personagem bem complexa. Por diversos momentos, senti vontade de lhe dar uns tapas. Ela culpa Sean pelo distanciamento entre eles, mas não vê que ela também tem culpa e agora que Sean sabe que ela se importa, ele vai fazer de tudo para reconquistá-la, mesmo assim, Beatrice dificulta muito as coisas.
Sean é um cara difícil! Nossa, e como. E intenso. Demais. Sério! Mas ele é apaixonado por ela. Ele guarda segredos de seu passado que influenciaram muito no homem que ele é hoje, e isso o machuca e também machuca sua família. Para ele, manter um relacionamento sério nunca foi uma opção, até encontrar Beatrice.
"Até hoje ninguém entedia como os Ward não haviam se matado, não fazia sentido todos eles serem tão perigosos e terem água gelada correndo nas veias e, mesmo assim, não pisarem uns nos outros. Pelo contrário, se você mexesse com um Ward ia descobrir porque alguns os chamavam de pragas que estavam em todos os locais do mundo."
Fora os personagens principais que são um show a parte, temos os personagens secundários que dão todo um charme para o enredo: Hartie, assistente de Beatrice é, de longe, um dos personagens que mais gostei! Também não posso deixar de mencionar seus seguranças: Don e Kevin são os seguranças mais fofos do mundo! Eles se sentem na obrigação de ajudar seus patrões e fazem isso quase com maestria, dando uns foras e passando por umas poucas e boas. Também temos mais alguns personagens que deixarão os leitores apaixonados, mas se eu for falar de todos, vamos ficar aqui o resto do dia! hehehehehehe
Também gostei muito da ideia da autora de colocar notas de blogueiros relacionadas a vida social dos personagens. Isso deu um charme a trama e mostrou que realmente, ninguém imaginava pelo o que o casal estava passando.
"Ela não fazia ideia de como ele se sentia agora. De como estava sendo desde que ela entrara ali e se dispusera a deixá-lo tocá-la outra vez. Se ele pudesse pedir qualquer coisa no mundo, pediria ela só para ele e sem nunca mais mais colocar uma barreira entre eles, física ou emocional."
Sobre o enredo, bem, já disse que é bem diferente do que eu estou acostumada e do que eu esperava. A ambientação é em Nova York, com todo o glamour que a cidade propõe. Durante a leitura, se eu não soubesse se tratar de um livro de uma autora nacional, imaginaria, facilmente, se tratar de um best-seller internacional. A autora soube descrever a vida de empresário de Sean, com suas reuniões e estilo de vida. Só ficou um pouco enfadonho para mim, a autora descrever todas as roupas caras e de marca que os personagens usavam; entendi que são ricos e que podem obter o melhor, mas confesso que a história estava mais interessante quando essas questões não eram citadas.


A narrativa em terceira pessoa acompanha os personagens principais, dando foco para suas atitudes e sentimentos; a escrita da Lucy é gostosa e muito sensual. Não consigo ver este livro como um erótico, pois trata de muito mais questões, não somente sexo; mas as cenas descritas, são perfeitas, românticas e sem palavras de baixo calão. Tudo isso fluiu para uma leitura leve, me deixando completamente apaixonada por todos os personagens e desejosa por mais, porque o final foi um balde de água fria em mim e, pelo amor de Deus Lucy! Dê uma continuação para a última cena! rsrsrsrsrsrs
"Quando eu olhar pra você, não tente se esconder de mim. Eu a conheço. Apenas sinta o pulsar do meu coração sob sua mão. É seu, é tudo para você."
A capa é linda, e condiz com o enredo apresentado: o modelo da capa é muito parecido com a descrição de Sean, com essa cara de mau e esses olhos lindos. A diagramação é simples, mas bem feita, com folhas amarelas e letras em tamanho menor que o habitual. Os capítulos possuem frases com o título do livro, o que deixa o leitor imaginando o que Sean quer dizer com aquilo. Encontrei pouquíssimos erros de revisão, o que mostra que, mesmo sendo uma edição independente, a autora teve todo um carinho e cuidado com o livro, para trazê-lo perfeito para seus leitores.
Indico a leitura para quem gosta do gênero e claro, também vou perguntar: Você está pronta para conhecer um Ward??? rsrsrsrsrsrs


Avaliação:



Sobre a autora:


Lucy Vargas é uma jornalista e escritora carioca. Sua paixão pela escrita começou aos 10 anos quando permitiram que assistisse uma novela. Insatisfeita, ela resolveu reescrever o que viu. Desde então nunca mais parou e escreveu todo tipo de história que lhe agradasse. Os romances entraram em sua vida aos 13 anos e é até hoje seu gênero preferido.
Ela escreve romances contemporâneos e de época, como Cartas do Passado e As Cartas da Condessa, presentes nas listas de mais vendidos das lojas online. Ela também é autora da Série Ward, best-seller da Amazon, iTunes, Kobo e Google Play. O primeiro livro da série, Quando Eu Te Encontrar, estreou como livro mais vendido do iTunes BR.
Lucy é a primeira autora independente e brasileira a chegar as listas de mais vendidos de todas essas livrarias online.



2 comentários:

  1. Olá, Ana. Tudo bem?

    A premissa da obra é bem diferenciada, principalmente porque os protagonistas estão casados. Geralmente, temos aquela estrutura de casais que se amam/odeiam e tudo mais. Contudo, apenas esse começo diferente não me faria ler a obra. Eu não sei, o enredo voltado para o hot tem que ter algo a mais para me conquistar.

    Ótima resenha, como sempre.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de abril. Serão três vencedores!

    ResponderExcluir
  2. Se eu não me engano eu já vi falar das autora em algumas Fan pags que sigo no Facebook eu gosto bastante de livros que falam sobre reconstruções de casamento porque quando estamos em um e cometemos erros sempre acusamos o nosso Conjugue não olhando nossos próprios erros, ja estou com raiva dela, porém ansiosa para conferir essa obra.
    Boa Noite.

    ResponderExcluir

Adptação e personalização por QueenG Design

Tema Base por Butlariz