3


Resenha: O Acordo - Amores Improváveis (Off - Campus #1) - Elle Kennedy


Edição: 1
Editora: Paralela
ISBN: 9788584390274
Ano: 2016
Páginas: 360


Livro prova cedido em parceria com a editora
Sinopse: Hannah Wells finalmente encontrou alguém que a interessasse. Mas, embora seja autoconfiante em vários outros aspectos da vida, carrega nas costas uma bagagem e tanto quando o assunto é sexo e sedução. Não vai ter jeito: ela vai ter que sair da zona de conforto mesmo que isso signifique dar aulas particulares para o infantil, irritante e convencido capitão do time de hóquei, em troca de um encontro de mentirinha.
Tudo o que Garrett Graham quer é se formar para poder jogar hóquei profissional. Mas suas notas cada vez mais baixas estão ameaçando arruinar tudo aquilo pelo qual tanto se dedicou. Se ajudar uma garota linda e sarcástica a fazer ciúmes em outro cara puder garantir sua vaga no time, ele topa. Mas o que era apenas uma troca de favores entre dois opostos acaba se tornando uma amizade inesperada. Até que um beijo faz com que Hannah e Garret precisem repensar os termos de seu acordo.

Lançamento oficial do livro: dia 19/05



"... "Por que com a gente nada é simples?"
"Ah, protesta ela. "Somos mais interessantes assim."
Não posso negar que ela tem razão."
Ok! Vamos lá: Sabe aqueles dois livros YA que eu li e que disse que eram os melhores do gênero? Esquece. Encontrei outro livro para adorar e colocar na frente de todos: O Acordo.

Sim!!!! Me apaixonei por essa história e quero que todo mundo leia e se sinta do jeito que eu me senti. Quando recebi a prova antecipada da editora, estava confiando na palavra dos editores que disseram que o livro era incrível, pois bem, leitura concluída, agora posso enfim dizer: Esse livro é, realmente, maravilhoso!
"Em geral, não é difícil manter minhas notas lá em cima. Apesar do que muita gente imagina, não sou um atleta burro. Mas não me importo de deixar que as pessoas pensem isso. Principalmente as mulheres. Acho que elas gostam da ideia de ficar com um homem das cavernas musculoso que só sabe fazer uma coisa, e como não quero nada sério por enquanto, rolos com garotas que só querem sexo são muito bem vindos. Sobra mais tempo para me concentrar no hóquei."
O Acordo é um romance universitário. Nele, vamos conhecer Hannah e Garret. Hannah é aquela garota inteligente, que sempre tira notas boas. Também é uma ótima cantora. Não, ela não é aquela garota feinha que vai ajudar o bonitão da escola e acaba ficando gata depois de uma repaginada no visual. Hannah é bonita, tem seu próprio estilo. Sarcástica e respondona também, mas é também uma garota doce e de coração bom, o que nos faz gostar ainda mais dela.


Garret é o gostosão da universidade! Jogador de hóquei e filho do lendário Phil Graham, Garret não quer ser conhecido por seu pai. Ele o odeia, afinal. Garret quer conseguir conquistar os méritos por si só e mostrar que, apesar de seu pai ser um ótimo ex-jogador, ele é ainda melhor que seu pai já foi.
Mas, bem, nem tudo são flores neh? Quando Hannah, finalmente, se interessa por alguém, descobre que o cara nem sabe que ela existe.... apesar de sua inteligência e sua autoconfiança, Hannah não consegue chegar no cara.
Garret por sua vez, não quer saber de namoradas! Para ele isso é uma distração que pode afastá-lo do seu foco principal - o hóquei. Todas as garotas com quem dorme sabem disso. Mas seu sonho de se tornar um grande jogador parece que está com os dias contados - ao tirar zero em uma prova da professora Tolbert, Garret se desespera! Ele é inteligente sim! Não possui só músculos! Suas notas são boas e as médias estão dentro do que a universidade pede, mas essa nota baixa pode deixá-lo fora dos jogos e perder seu posto de capitão. O que fazer?

É aí que repara em Hannah e sua prova linda com um gigante dez! Agora Garret tem que convencer a garota mais arredia da universidade a dar aulas para ele. Garret só tem que descobrir o que ela quer em troca: dinheiro? Não. Status? Também não.... Aprender a seduzir e provocar ciúmes no garoto que ela tá afim? É... acho que eles têm um acordo.
"Eu tinha mesmo prometido aquilo, mas... o problema é o seguinte: odeio festas.
Fui estrupada numa festa.
Nossa, como detesto essa palavra. Estrupo. É uma das poucas que causam aquele efeito de nó nas vísceras quando você ouve. Feito um tapa estalado na cara ou um choque de um banho de água gelada na sua cabeça. É feia e desmoralizante, e faço uma força tremenda para não deixar isso controlar minha vida. Já trabalhei em minha mente o que aconteceu comigo. Pode acreditar, trabalhei mesmo."
Partindo dessa premissa, Hannah e Garret vão se conhecer e acabar gostando da amizade que surge entre eles. Hannah tem outros amigos homens, mas todos estão dentro do seu círculo de confiança. Ela não esperava que um brutamontes jogador de hóquei pudesse também, fazer parte desse círculo. Garret, além de super lindo e atraente, é legal e um babaca que vive discutindo com ela. Mas essas discussões são saudáveis e muito engraçadas.
Garret não entende como nunca havia percebido Hannah. Ela é legal, inteligente, gosta de saber sobre ele e seus sentimentos. As demais garotas que passaram por sua vida, só queriam status e sexo. Mas Hannah é diferente.... ela consegue enxergá-lo como ele realmente é, e isso pode ser bom e ruim.


Além do romance que claro, existe no livro, o enredo não é focado somente nisso. A autora aborda abusos que fazem parte da nossa realidade. Hannah e Garret, apesar de serem o oposto um do outro, tem um ponto em comum: ambos sofreram abusos. Garret por uma pessoa que deveria amá-lo e protegê-lo. Hannah foi drogada e estrupada quando tinha 15 anos em uma festa, depois de muita terapia e de fugir, literalmente, de sua cidade natal para fazer faculdade na Briar, ela está ainda recomeçando a contar sua história. Mesmo com toda a carga emocional que o livro possui, em momento nenhum os personagens se fazem de coitadinhos e previsíveis. Adorei isso, afinal, a vida continua certo?

A narrativa é em primeira pessoa, pelo ponto de vista de Hannah e Garret. Cada um conta o que sente e o que os faz seguir em frente. Também ficamos sabendo o que um pensa do outro e por diversas vezes, nos pegamos rindo e nos divertindo junto com eles. A autora conseguiu criar uma história única que, mesmo com o drama envolvido, não deixa de ser leve, engraçada e romântica no ponto certo.
"Por que achei que poderia ser um universitária normal? Não sou normal. Estou quebrada. Continuo dizendo que o estrupo não me destruiu, mas destruiu sim. Aquele filho da puta não roubou só minha virgindade, mas também minha capacidade de tranzar e sentir prazer como uma mulher saudável com sangue nas veias.
Então como vou ter um relacionamento de verdade? Com Devon, com Justin, com qualquer um, quando não posso..."
Os personagens são incríveis. Bem construídos e fazem jus a inteligência que a autora deu a eles. Este é o primeiro livro que leio da autora e já virei fã! Quero conhecer mais obras dela e vou continuar indicando sempre. A escrita é gostosa e coesa, sem enrolações e muito construtiva. As cenas de sexo são ao todo, poucas, mas bem escritas e sem palavras de baixo calão. Também não temos aquela falação entre os personagens e juras de amor eterno durante o ato, o que ganhou minha atenção logo de cara. O leitor não vê o enredo decaindo conforme vai lendo, ao contrário, os personagens crescem a olhos vistos, a história desenrola facilmente e só nos resta aquele gostinho de quero mais quando viramos a última folha.


Tem um ponto negativo? Tem sim. Mas não é nada no enredo apresentado. Não gosto de aspas no lugar do travessão, e isso me incomodou muito durante a leitura. Mas, mesmo com esse ponto, não consigo deixar de avaliar o livro com nota máxima. Fora isso, nada mais me incomodou, como é um livro prova, as folhas são brancas e o exemplar não possui orelhas. Mas tenho certeza que, o exemplar para a venda não contará com esses quesitos. A capa é linda e condiz com o enredo apresentado. Garret é muito mais alto que Hannah e os atores da capa demonstram isso. Hannah tem seu estilo próprio, sempre com alguma peça de roupa chamativa de cor forte, também um item presente na capa.

Do mais, só indico a leitura. Espero que vocês leiam e se apaixonem por essa história linda e cheia de mais simples realidade.
"... Porque "outras mulheres" não me divertem tanto quanto Hannah. De repente, me pergunto como passei a vida inteira sem os comentários sarcásticos e os resmungos irritados de Hannah Wells."

Avaliação:



Sobre a autora:






Elle Kennedy cresceu nos subúrbios de Toronto, Ontario, e é bacharel em Inglês pela Universidade de York. Desde cedo, ela sabia que queria ser uma escritora, e começou a perseguir ativamente esse sonho, quando ela era adolescente.








3 comentários:

  1. Olá, Ana.
    A premissa do livro não é tão original; já é comum ver esse tipo de enredo por aí. Acredito que a obra se destaque pelo fato da protagonista não ser bobinha. Ela ter uma personalidade forte e ter autoconfiança certamente aumenta o patamar da obra.
    Não sei se daria uma chance agora. Talvez no futuro.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de maio. Serão três vencedores!

    ResponderExcluir
  2. Parece ser legal o livro, gostei da protagonista ser inteligente e nada daquelas feia sem graça como mencionado, gostei também de ter um tema que acontece e muito na vida real o abuso.

    ResponderExcluir
  3. Oi Ana ^^
    UAU!!!
    Não imaginava o livro sendo tão bom baseado na sinopse. Sua resenha me esclareceu bastante, viu. Amo personagens que evoluem durante o enredo, esses são os meus favoritos. Eu sei que o tema de estupro é pesado e não desejo a ninguém mas amo quando personagens dão a volta por cima desse trauma.
    Nem consigo imaginar ainda o esperado romance entre os protagonistas. Ainda tô vendo eles como desconhecidos, mas sinto que vão se pegar. Kkk
    Se essa autora conseguir me cativar usando um tema clichê pode apostar que vou virar fã dela tb junto contigo. :D
    Parabéns pela resenha. Tá linda demais.
    Bjs :*

    https://peregrinodanoite.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Arquivo

© Livros de Elite - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Andréa Bistafa.
http://i.imgur.com/wVdPkwY.png