08 julho 2016

Resenha: Hunter - O Caçador de Monstros (Caçadores de Santa Fé #1) - Kate Willians


Edição: 1
Editora: Coerência
ISBN: 9788592572099
Ano: 2016
Páginas: 286

Compre: Por email: lilian@editoracoerencia.com.br / Facebook da Editora Coerência

Livro cedido em parceria com a editora
Sinopse: Não existem heróis, tampouco vilões.Por trás de atos raivosos e atrocidades tenebrosas, há sempre uma verdade triste. Ninguém consegue mascarar a maldade que há dentro de si, por muito tempo. Hunter, O caçador de monstros, conta a história de Nicholas Blanco - um adolescente comum, com objetivos comuns e aparência mais comum ainda - que se depara com uma verdade surpreendente sobre seu passado e a confirmação que pode ser e fazer muito mais do que o que sempre imaginou para o seu futuro. Conta também a história de Ramon Blake, um jovem caçador no passado, que teve o amor de sua vida brutalmente arrancado de si e se deixou dominar pela dor e pelo ódio. Essa é uma história sobre caçadores que descobrem ser tão ou mais horríveis que as próprias criaturas que caçam.


Hunter - O Caçador de Monstros é o terceiro livro da autora nacional Kate Willians. Apesar de eu ter os outros dois livros (Distopia e Fada Madrinha), eu ainda não os li, então, esse é meu primeiro contato com a escrita da autora.
"... Ramon se tornou uma pessoa fria. Amava os filhos, mas odiava o clã. O ódio prevaleceu e ele deixou de se fazer presente na vida das crianças, para procurar um jeito de conseguir a tão desejada vingança contra as três famílias."
Neste livro, que é o primeiro de uma série, vamos conhecer Nick, um garoto inteligente mas muito na dele. Nick é aquele garoto que sempre é zombado na escola por ser esquisito; e sempre reclama do que tem. Nick é órfão, perdeu seus pais em um acidente de carro e desde então vive com sua tia na pacata cidade de Nísia Floresta, onde leva sua vida chata de adolescente que não vê a hora de sair da cidade.
Nick tem dois melhores amigos: Sara e Jason Blake. Os irmãos são os únicos amigos verdadeiros que Nick já teve em sua vida. Cresceu junto com eles e os considera sua família. Sara é aquele tipo de garota fácil, fica com todos os garotos da escola mesmo que todos falem dela pelas costas. Mesmo assim, Nick não consegue deixar de admirar a amiga que é linda, inteligente e durona. Jason é o cara lindo que pega todas as garotas. Mas também é um irmão carinhoso e um amigo confiável. Nick gosta tanto dele que aceita sua proposta de embarcarem em uma viagem para Santa Fé atrás de Ramon, pai de Sara e Jason. Nick só não poderia imaginar que seu sonho de deixar Nísia Floresta também fosse se tornar seu pior pesadelo.
"Os caçadores faziam silêncio absoluto, caminhando entre as folhas com precisão e eu só os imitava. Era meio atrapalhado quando o assunto era coordenação motora, mas naquele momento eu estava num cagaço tão grande, que tomei todo o cuidado possível."
Partindo dessa premissa, Kate Willians cria um enredo fantástico com sentimentos reais e situações inusitadas. Confesso que não esperava muito da obra, afinal, o que mais encontramos nos livros por aí são vampiros, lobisomens e demais seres fantásticos. Mas me surpreendi com a narrativa rápida e personagens marcantes e bem construídos do livro. Claro que temos aquele começo lento, pois estamos sendo apresentados a história como um todo, mas isso não diminuiu a minha curiosidade enquanto lia, só me deixou mais atenta para não perder nenhum detalhe!
Apesar da história girar em torno de Nick, que é um dos poucos Blanco que sobraram, também vamos conhecer Richard e Ramon Blake. Este último, é um homem que deixou a dor dominá-lo e clama por vingança,por isso abandonou seus filhos para executá-la. Richard é um elemento surpresa que só vamos conhecer mais a fundo nos próximos volumes. A narrativa que envolve esse personagem é complexa e cheia de sentimentos.
"- Não somos os mocinhos. Também não somos os bandidos. Podem nos chamar de... Anti-heróis."
Falando em narrativa, gostei de como a autora abordou os personagens: Com Nick, a narrativa segue em primeira pessoa, com isso, damos risada com seus pensamentos e atitudes de adolescente. Nos demais personagens (Sara, Ramon e Richard), a narrativa é em terceira pessoa, dando maior abrangência nas cenas descritas. Infelizmente, houve algumas falhas na revisão, encontrei diversos erros que podem prejudicar a leitura. Os piores são: começo de narrativa em primeira pessoa e do nada, muda para terceira pessoa, frases sem sentido e palavras escritas erroneamente.
Do mais, não tenho o que reclamar. A história serviu a seu propósito: me deixou curiosa e satisfeita com o que foi acontecendo durante a trama. A escrita da autora é sucinta e pouco descritiva, o que ajuda a leitura fluir.
A capa é linda e condiz com o enredo apresentado. Toda fosca com detalhes em verniz nos galhos e nos corvos. Possui folhas amarelas e letras em tamanho confortável para a leitura. A cada divisão de capítulos, encontramos figuras sombrias que enaltecem o livro e o enredo. O título dos capítulos são em números e a cada troca de narrativa, temos o nome do personagem em destaque.
"Não, eu não sou um herói. Esta marca em meu peito pode até ser poderosa. Posso até ter algum dom, mas isso não faz de mim melhor do que ninguém."
Outro ponto positivo da obra, é a caracterização dos personagens - mesmo quando comecei o livro, já sadia que não poderia confiar em qualquer um, a sinopse é bem incisiva nisso; os Caçadores podem ser piores do que as criaturas que caçam e isso me deixou muito eufórica com os acontecimentos do livro. Nick é um personagem que tem tudo para se tornar um dos meus personagens preferidos, espero que a autora continue nessa pegada, porque olha... vocês precisam ler! rsrsrsrs
Confesso que fiquei feliz por ler um livro juvenil e ter gostado da trama, há muito tempo isso não acontecia. Então, claro que recomendo a obra. Parabéns a editora pelo belíssimo trabalho, o livro esta lindo fisicamente e ficou maravilhoso na minha estante!
Divirtam-se e se surpreendam com Nick e seus amigos!


Avaliação:



Sobre a autora:




Kate Willians é escritora e estudante de letras. Escreveu seu primeiro livro aos 15 anos e o segundo Debaixo das minhas asas, publicou aos 17. Já foi a blogueira responsável pelo Drunk Culture e hoje se dedica apenas a escrita. Tem 20 anos e o seu maior sonho, é encantar as pessoas com suas palavras. A literatura a salvou, e espera um dia conseguir usar a mesma fonte para salvar outras pessoas. É extremamente apaixonada pelo que faz e adora passar o tempo livre com a família e com um pug bagunceiro e totalmente sem noção chamado Bob.literatura a salvou, e espera um dia conseguir usar a mesma fonte para salvar outras pessoas. É extremamente apaixonada pelo que faz e adora passar o tempo livre com a família e com um pug bagunceiro e totalmente sem noção chamado Bob.



Lançamento e sessão de autógrafos HOJE!!!!


Claro que eu não vou perder neh? Mais tarde estarei lá! Confirme presença clicando no banner e vem! *-* <3


8 comentários:

  1. Nunca tinha ouvido falar sobre a autora Kate Willians mas ela tem muito imaginação e criatividade pelo enredo fantástico e seres monstruosos. O enredo é bem convincente e quero muito conhecer a história de Nick.
    A diagramação é nota 10!

    ResponderExcluir
  2. Olá, Ana.
    Já conheço os livros da autora, mas nunca li nada.
    A diagramação da obra está belíssima e é bom saber que mesmo usando de figuras fantásticas já conhecidas, a Kate conseguiu montar um universo interessante.
    Apesar de não querer a obra nesse momento, pois estou procurando outros tipos de livros, darei uma chance no futuro.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de julho. Serão quatro livros e dois vencedores!

    ResponderExcluir
  3. Eu gosto muito de fantasias e pelo que vi na sua resenha, essa história está bem recheada de boas características do gênero. Eu achei a capa muito simples mas ao mesmo tempo bem bonita, o menos é o mais, não é assim aquele ditado? Gostei do roxo contrastando com as silhuetas. Acho que é um livro que eu posso gostar bastante se o ler.

    ResponderExcluir
  4. eu não conhecia a autora, amei a resenha e apesar de ser um livro juvenil parece ser bem legal
    esses erros de revisão são meio chatos né? as vezes uma história boa se perde por causa disso
    mas mesmo assim fiquei curiosa para conhecer o nick e sua turma

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Já conhecia o livro e a autora,mas ainda não tive a oportunidade de ler. Gosto de livros com o tema infanto-juvenil, tão cheios de aventuras e mistérios. E esse tem uma premissa muito legal, além da capa está muito bonita. E sua resenha, que está muito bem escrita, me deixou mais curiosa para conhecer melhor esse enredo. Quero ler, com certeza. Beijos.

    ResponderExcluir
  6. A autora já ganhou ponto pelos personagens serem bem construídos isso é fundamental, como tem seres fantásticos já me ganhou adoro eles rsrs. Para Nick que tinha uma vida chatinha teve uma revolução e tanto com esses acontecimentos depois que ela vai pra outra cidade.

    ResponderExcluir
  7. Amo história assim, com este tipo de enredo e adorei este, eu não o conhecia muito, porém já vai entrar na minha listinha de futuras compras.

    Não sei porque mais a capa me faz lembrar da serie Gone rsr, falando nisso, achei esta capa lindíssima.

    ResponderExcluir
  8. Olha que de sinopse não me chamou atenção e não dei muito por ele. Juvenil demais, me pareceu...
    Vendo a resenha fiquei curiosa. Ainda mais se ele consegue mesmo surpreender. Personagens bem feitos e sem muitos clichês? Acho que pode ser bom. E talvez se pegar e for sem esperar muito acabe tendo uma leitura pra lá de boa. Quando isso acontece é muito satisfatório.

    ResponderExcluir

Adptação e personalização por QueenG Design

Tema Base por Butlariz