27 agosto 2016

Resenha em Dupla : Não Espere pelo Amanhã - Josy Stoque




Edição: 1
Editora: Qualis
Autor: Josy Stoque
Serie: Coleção Amanhã - Livro 1
ISBN: 978-85-68839-19-5
Ano: 2015
Páginas: 242
Adicione ao "Skoob"
Compre: Físico Wall Mart / E-book Kindle

Livro cedido em parceria com a editora

Sinopse:
Era apenas para ser a primeira missão de Evelyn Lacerda pela Agência Brasileira de Inteligência e mais um dia burocrático para Samuel Black no Consulado dos Estados Unidos no Rio de Janeiro. Mas seus caminhos se cruzam em um perigoso jogo de vida e morte, atração e repúdio, amor e ódio. Eles farão qualquer coisa para cumprirem suas missões e se livrarem do desejo e da aversão que surgem entre eles ao primeiro olhar. Para seu azar ou sorte, um inimigo em comum os colocará do mesmo lado e eles terão que lutar juntos para sobreviver.

Resenha:

A resenha de hoje é em um formato diferente. Vamos ter duas opiniões em uma só resenha, uma resenha em dupla!!
Quando o livro “Não Espere pelo Amanhã” chegou, em parceria com a editora Qualis, eu logo pensei em deixá-lo para a Ana, afinal, ela é a grande fã de Josy Stoque aqui do blog, como vocês bem sabem. Mas me lembrei que ela já o tinha resenhado aqui no blog (para ler a resenha dela, é só clicar aqui). Então veio a ideia: vamos comparar opiniões? E é isso que vai acontecer.
Minha opinião estará em preto simples, a da Ana, em negrito, ok?


“Não Espere pelo Amanhã” foi um livro que me surpreendeu bastante. A Ana sempre me “induzia” a conhecer o trabalho da Josy, e por falta de tempo e oportunidade eu sempre adiava. E daí o livro apareceu na minha caixa de correio, de surpresa. E que surpresa agradável.
Neste livro Josy Stoque nos apresenta Evelyn Lacerda, uma mulher decidida e bem resolvida de vinte e oito anos que está prestes a iniciar a sua carreira de espiã para a Associação Brasileira de Inteligência,  a ABIN. E sua primeira missão é investigar Samuel Black, um diplomata do Consulado dos Estados Unidos no Rio de Janeiro, que é suspeito de ser um agente da CIA infiltrado no Brasil para espionagem industrial.
Só que já no primeiro dia de Evie no cargo, Sam vai se mostrar um alvo bem difícil de seguir e espionar. E quando os dois se encontram cara a cara, um sentimento de amor e ódio desperta entre eles, deixando ambos sem fôlego e desnorteados. E é a partir desse momento que um jogo de gato e rato começa. Evelyn está determinada a fazer com que sua missão seja um sucesso, e Sam, empenhado em manter seus negócios no consulado na obscuridade e evitar  que a ABIN conheça mais sobre eles e suas intenções. Mas então surge a informação de um atentado terrorista. Algo que vai mudar para sempre a vida de ambos.
"- Imbecil! Então você acha que eu, uma brasileira com muito orgulho, ia me deixar seduzir por um "americanozinho" de quinta categoria feito você? Vê se te enxerga! Sou muita areia para seu caminhãozinho estrangeiro."
Eu, particularmente, adorei a ideia da autora de juntar um enredo sexy com protagonistas espiões. Quem já assistiu a 007, sabe do que estou falando. É ação e sensualidade que exala do livro, os personagens são maravilhosos e nos fazem querer saber mais, ler mais!
Também temos os personagens secundários que fazem a trama ficar mais densa e interessante. Todos, sem exceção, são bem construídos e com carga emocional diferentes, que fazem o leitor amá-los e odiá-los.

Como dá para perceber,  a trama é bastante eletrizante, a cada página há uma reviravolta.
Eu também achei interessante o tema do livro. A trama se passa durante a copa do mundo de 2014 no Brasil e, Sam e Evelyn descobrem sobre um possível atentado terrorista, e o alvo é nada menos do que o Maracanã, durante o jogo final da copa.
Todas as ações táticas da policia acontecem de forma silenciosa e longe da mídia e dos olhos do povo. Se você tiver a mente um pouquinho mais fértil do que o normal, ao final da leitura fica pensando: Baah, e se realmente aconteceu algo parecido com essa merda toda? (#culpada)

Sim, também sou culpada, pois como a Geeh, também fiquei imaginando inúmeras coisas! Josy pesquisou muitos detalhes não só sobre a copa, mas também sobre como é ser um espião e um oficial da ABIN. Nós não encontramos falhas, é um enredo bem amarrado, sem pontas soltas e sem cenas que não fazem sentido. O leitor consegue imaginar aquilo tudo acontecendo, mesmo sendo um livro de ficção.

Evelyn é o meu tipo de personagem, do tipo forte e determinada que não  entrega os pontos facilmente e nunca se submete. Mas também é irritantemente teimosa e impulsiva. Se não fosse pelo gênio forte dela, muitos dos problemas em que ela se envolve seriam evitados. Ela também é extremamente bonita e sexy, e sabe disso. Ela foge de relacionamentos sérios como o diabo da cruz, afinal, ela não pode se deixar envolver emocionalmente, considerando que ninguém pode saber qual é o seu verdadeiro trabalho.

No começo do livro, fiquei muito brava com a Evie. Ela me irritava muito com sua rebeldia e teimosia. Mas depois, comecei a entender seu lado e descobri que somos muito parecidas. Tenho para mim que Evie é do signo de áries, porque gente, que mulher teimosa! Hahahahaha. Mesmo assim, ela conseguiu me conquistar e me deixou cada vez mais fascinada com seu modo de pensar e agir.

O Samuel, - um passarinho me contou que é inspirado no Dean de Supernatural -  é o oposto de Evelyn. Ele é centrado, focado e bastante calculista. Nada escapa de seus olhos de águia. Mas ele também é um personagem com uma bagagem emocional bastante pesada, e ao longo da trama vamos descobrir os seus motivos.

O passarinho nessa frase sou eu! HahahahaComo vocês sabem, sou fã mesmo da Josy e claro, acompanho todos os seus trabalhos. A autora me contou que gosta tanto da série Sobrenatural, que resolver criar um livro onde o protagonista tivesse os traços e personalidade do Dean. Claro que surtei neh? AMO Sobrenatural e durante a leitura, eu só sabia suspirar por esse homem!
Sam, como a Geeh disse, é um personagem maravilhoso, e nos sentimos mais próximo dele a cada página que lemos. Não posso deixar de mencionar o sorriso de lado... morria pouco a pouco toda vez que ele dava esse sorriso!

Mas, apesar desses traços da personalidade do Dean, eu sempre imagino ele como o Sam. Sei lá, nem é por causa do nome, mas as atitudes que ele toma, esse senso de honra... tudo me lembra o Sam de Supernatural... Enfim, acho que meu cérebro é meio bugado!
" - Vai achar engraçado, mas Rock me tranquiliza, principalmente os classicos. Eu me sinto em casa.Ela ri, balançando levemente a cabeça de um lado para o outro.- Você é mesmo antiquado.- Antiquado só por que eu gosto de coisas boas? Não importa se são antigas, para mim são atemporais. - Dou de ombros, não se  se consigo explicar, como ela. - Talvez eu veja essas coisas como uma pausa no tempo- O que quer dizer? Que gostaria de voltar no tempo e mudar as coisas?- Quem nunca quis?"
De um modo geral, ambos têm uma personalidade muito bem construída, desenvolvida e bastante humanizada.
Mas, como nem tudo são flores, alguns pontos da trama não me convenceram totalmente. O primeiro deles, que é o que mais me incomoda, é o romance instantâneo. Evie e Sam estabelecem um romance, estão loucamente apaixonados e fazendo juras de amor em 24HS. Nada é construído; o joguinho de gato e rato deles dura muito pouco.  Eu fiquei esperando mais embates entre eles, mais divergências e até mesmo brigas. Mas, muito cedo tudo isso foi substituído por sexo. E ai está o segundo ponto que me desagradou, que foi o excesso de cenas de sexo. Durante todos os capítulos do livro, são muito poucos os quais não tem nenhuma cena de sexo. Chegou a um ponto que fiz leitura dinâmica. Quando eles começavam a se pegar, eu pensava : “ok, eles vão se pegar, já entendi.” E pulava as páginas até que voltasse a ação propriamente dita. Desculpa se pareço meio frigida, mas com uma suspeita de atentado terrorista, com perseguições e tentativa de assassinato, a única coisa que não me interessava muito é quantos orgasmos a Evie tinha por noite. Mas não que cenas sejam mal escritas, pelo contrario, Josy Stoque se provou uma escritora do gênero erótico de tirar o chapéu. São poucos os autores que tem a capacidade de descrever um ato sexual, detalhadamente, sem tornar tudo vulgar e sem sentimento. Eu sou fã do gênero, como vocês bem sabem, mas eu acredito que a autora errou na dose. Tudo tem um limite, e definitivamente ele foi ultrapasso aqui. A autora só pecou pelo excesso, se tivesse equilibrado um pouco mais as cenas entre o erotismo e o suspense, o livro seria uma obra perfeita.

Concordo em partes. Vamos lá: Sim, o romance é instantâneo, de manhã estão se matando e a noite, juras de amor estão sendo feitas. Mas quem nunca? Eu já tive um romance assim, e acredito que boa parte dos seres humanos também. Apesar de não ter gostado muito disso, relevei porque eu adorava ver eles se amando e minutos depois, querendo se matar!
As cenas de sexo, confesso, são excessivas. A fã do gênero aqui é a Geeh, eu só leio livros do gênero de autores que conheço, tenho medo de ler algo que não me agrade e me faça odiar livros eróticos. Mas não consegui deixar de gostar desse livro. As cenas são sempre lindas e bem descritas. Todas possuem sentimentos por ambas as partes e fazem o leitor suspirar de amor pelos personagens.
" - Quanto mais ousada você é, mais sensual fica, Eve, estou enlouquecendo!-Obrigado pelo sexo, honey, eu precisava relaxar.O quê? Ela me dá um beijo na bochecha e se afasta, voltando para debaixo do jato de água quente. Enquanto se lava,cantarola, animada, e eu fico igual um besta, assistindo essa mulher maluca me provocar como se não tivesse intenção. Vindo de Evelyn, duvido muito que não tenha umas quinhentas mil más intenções."
O livro é narrado em primeira pessoa, alternando o ponto de vista entre os dois protagonistas, mas de uma forma também bastante inusitada.  A primeira impressão que tive é que estava sentada na sala da minha casa tomando um chimarrão e comendo pipoca com Sam e Evie. Acreditem ou não, eles conversam com o leitor durante a narrativa, é ao mesmo tempo bizarro e extremamente apaixonante. Logo nos primeiros capítulos eu fiquei meio dividida. Eu não sabia se tinha odiado ou amado, aquele sentimento ambíguo se instalou em mim. Mas daí, aos poucos eu percebi a genialidade de tudo aquilo e fiquei complemente encantada.

Outro ponto que também me cativou: a quebra da terceira parede. Josy coloca os personagens como nossos amigos, aparentemente, pensamos que eles estão nos contando uma história, e eu adorei isso. Foi a primeira vez que li algo assim e fiquei encantada. No começo, até o leitor pegar o jeito, é um pouco difícil conciliar a leitura, mas depois que nos acostumamos, compreendemos o porque de a autora usar esse tipo de narrativa; preparem-se, a emoção só aumenta!

Enfim, “Não Espere Pelo Amanhã” é um livro que me convenceu bastante, como vocês podem perceber.  Josy Stoque ganhou um lugarzinho na minha estante, que eu pretendo preencher em breve com os outros livros dela, e com a continuação das aventuras de Sam e Evie, pois este livro, que era único, agora se tornou uma série.
A autora tem uma escrita simples e bastante fluida e como o livro tem menos de 300 páginas, essa é uma leitura que transcorre facilmente.
"Bem, que se dane, vou entrar no estádio e ver o que acontece. Esse negocio de plano é bom para o Sam e sua neura. Aff, que saudade dele! Com certeza ele saberia exatamente o que fazer. Sou uma idiota mesmo, mas quer saber? Já que estou sozinha, vou pensar e agir do meu jeito."
Na verdade, A “Coleção Amanhã” terá livros únicos com personagens diferentes. Evie e Sam se despedem do público que tanto cativou, no conto “O Segredo de Sam Black” (Resenha). O próximo volume, "Não Sonhe com o Amanhã”, terá personagens novos e tão cativantes quanto esses.  Ainda não li, mas já adquiri meu exemplar em e-book e quero o físico também, pois a Qualis Editora publicará a série toda.

O livro físico também é uma obra muito bonita. A capa é muito bem elaborada e instigante, e só ela já deixa aquele vontade de ler. A diagramação também é muito bonita, com divisões de capítulos com rosas e títulos específicos, uma revisão impecável, páginas amareladas e uma fonte agradável para leitura.

Quando li esse livro, eu estava acompanhando pelo Wattpad. Depois, consegui comprar meu e-book e ganhei o físico em um sorteio que participei. Apesar de não ter lido o físico, concordo com a Geeh, o livro está lindo! Parabéns a Qualis Editora pelo belíssimo trabalho. Aguardamos ansiosamente o próximo volume.

Como vocês perceberam, mesmo com algumas ressalvas, o livro é recomendado por nós duas! Espero que vocês leiam e se apaixone tanto quanto nós!


Sobre o autor:


O primeiro livro da carreira de Josy Stoque foi a saga sobrenatural Os Qu4tro Elementos, traduzida para o inglês pela AmazonCrossing.
Ela escreveu também Insensatez, em parceria com Gisele Galindo, Estrela – Em Busca do Amor Eterno; a trilogia Puro Êxtase, sucesso de vendas na versão digital; o romance erótico policial Não Espere pelo Amanhã, que se tornou Best-seller da Amazon; e Eu Nunca, com Mila Wander, um dos mais vendidos da Veja Online.
Josy é pisciana, sonhadora e, claro, viciada em livros. Tanto que a sua gatinha tem nome de personagem: Tris.
Ah! Ela tatuou os 4 efes da protagonista de Puro Êxtase, para nunca se esquecer de viver intensamente.

8 comentários:

  1. Olá!
    Adorei o formato da resenha! Conhecer duas opiniões diferentes da mesma obra ao mesmo tempo. Tô com um projeto pra fazer isso com minhas colaboradoras, mas em formato de vídeo.
    Bom, a Josy é uma autora nacional cujos livros estou bastante curiosa para ler, pois sempre ouço bons elogios de suas obras.
    Gostei o enredo desse livro por trazer a espionagem ambientada no nosso país. E essa mistura de mistério, suspense e sexualidade deve tornar mesmo a leitura eletrizante.

    ResponderExcluir
  2. Só de saber que o Samuel foi inspirado no Dean já me conquistou pois adoro a série e ele que é demaisssss. Parece ser muito bom esse livro com muita ação e romance, também não sou fã de romances instantâneos, prefiro que surja naturalmente. Mas com tantos elogios preciso ler rs.

    ResponderExcluir
  3. A premissa deste livro me chamou muito a atenção, eu adoro livros e filmes com temas de espiões, então com certeza fiquei muito curiosa para ler este livro.

    Amei a resenha neste formato.

    ResponderExcluir
  4. Olá, Geeh.
    Esse lado mais ficcional e eletrizante da trama me chama a atenção. Gosto muito de livros do estilo e acho que a leitura me prenderia, se fosse apenas isso.
    O que me deixa com um pé atrás é o romance na trama. Esses romances instantâneos não me convencem.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de agosto. Serão dois vencedores e um deles levará um vale compras!

    ResponderExcluir
  5. Oiiiii! Adorei a resenha! Parabéns meninas!!! Muitos sorrisos aqui deste lado.
    Quero falar sobre o romance. Foi rápido intencionalmente, porque a relação de amor e ódio os aproxima. Essa era a ideia. O perigo os une de Forma intensa e forte. Quanto ao sexo, tinha que ter porque sou autora erótica hahahahaha É segundo porque a adrenalina os deixa excitado. Isso é citado mais de km a vez na obra.
    Eve e Sam são únicos, mas eles voltam. No livro 4 da série, que será do Niko, o amigo russo de Sam durante as Olimpíadas, eles retornarão! E mais sobre o conto será esmiuçado.
    Obrigada! Muito feliz por terem gostado apesar das ressalvas.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AI JESUS! Jura que terá um livro do Niko??? MORRI! *-* Te amo Diva, vc sabe! <3

      Excluir
  6. Olá.
    Ainda não tive o prazer de ler nada da autora, mas sempre encontro ótimos comentários sobre suas obras. Espero , em breve, poder conferir esse romance. A resenha dupla ficou perfeita! Obrigada. Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Gostei muito da resenha conjunta até ri em algumas partes kkkkr
    Tenho vontade de ler os liros da Josy, mas como a maioria é erótico, não consigo ler! Tenho uma coisa com livro hot que não vai kkkkkkkk
    Se bem que ficou curiosa demais!
    Imagine um livro de espionagem brasileiro e numa "mundo" da copa? Deve ser muito interessante e criativo, e bem escrito pelo o que vocês contaram.
    Acho vou ler sim!
    E fazer leitura dinâmica nas partes picantes kkkkk
    bjss

    ResponderExcluir

Adptação e personalização por QueenG Design

Tema Base por Butlariz