08 fevereiro 2017

Resenha: No Escuro - Julianna Costa


Edição: 1
Editora: Universo dos Livros
ISBN: B01N53VOFA
Ano: 2016
Páginas: 150

Compre: E-book Kindle
Sinopse: Samantha tem um problema chamado Arthur. O que é bastante apropriado, já que Arthur tem um problema chamado Samantha. Guiada por um desejo que nunca soube explicar, Samantha desenvolve um plano nem um pouco inocente: visitar um clube erótico, ficar com um desconhecido pensando em Arthur e, com alguma sorte, suavizar o desejo impossível que sente pelo colega. Se ela apenas soubesse quem também frequentava o local, talvez ela não tivesse entrado na sala escura. Talvez não tivesse se envolvido com um desconhecido sem conseguir ver seu rosto. Mas, agora, as luzes se acenderam, e é tarde demais. Foi no escuro que algo começou entre Arthur e Samantha. Resta saber como vai terminar.


Sabe quando você termina um livro e fica suspirando com o final perfeito? No Escuro fez isso comigo. Mesmo sendo um conto, Julianna Costa passa tantos sentimentos para o leitor que é impossível não classificá-lo como maravilhoso. Sou fã da autora, tenho quase todos os seus livros e gente, só me surpreendo cada vez mais e claro, me apaixono.
"EU nunca me considerei uma safada.
Eu nunca me considerei uma puritana."
Neste conto vamos conhecer Samantha, uma típica personagem criada pela autora. Samantha é uma mulher incrível mas tem vergonha de tudo que envolva falar sobre sexo. Não, ela não é virgem, mas existem mulheres que são mais reservadas e evitam falar sobre sexo na frente de estranhos e até mesmo com amigos, certo? Samantha é assim!

Totalmente diferente de Samantha, Alice, sua melhor amiga é um poço de sem vergonhice! Ela fala o que quer, na hora que quer e faz o que quer tbm! A história começa com Alice convidando Samantha para ir com ela a um clube de swing, pois a mesma está escrevendo uma matéria e precisa da experiência do lugar para saber e entender o que está escrevendo.
"Três anos trabalhando com o sacana tendo absoluto sucesso em jamais demonstrar qualquer - QUALQUER - tipo de desejo.
Três anos de trabalho árduo em odia-lo, apenas. Mante-lo a distância, apenas.
E ai, agora, minha mente flutuava em sonhos molhados, e todo aquele trabalho árduo descia pelo esgoto."
A princípio, claro que Samantha nega, mas depois, Samanta resolve que precisa de sexo com um estranho para tirar Arthur da cabeça.
Arthur é seu colega de trabalho. O danado sabe que é gostoso e usa isso para se dar bem no escritório. Por incrível que pareça, até Samantha caiu na lábia dele, mas o ódio que ela sente por ele é maior e ela não vai dar o braço a torcer.

Partindo dessa premissa, vocês podem imaginar o que vem por aí neh? Muita briga, muito sexo selvagem e muitas risadas, claro!!!!
Julianna cria um enredo gostoso de ler, com personagens carismáticos e que deixam saudades no leitor quando terminamos a leitura. Sua escrita é simples e, mesmo com o enredo hot, não há adição de palavrões, o que amo demais nos livros da autora. As as cenas de sexo são incríveis! Muito bem descritas e reais!
"Uma mulher inteligente, com um par de olhos ariscos e uma atitude intensa, me submeter à ereções muito mais impiedosas que qualquer bunda grande ou seios pesados. (...)
E Samantha. A maldita da Samantha. O caralho da Samantha.
Era exatamente isso.
Era um pacote condensado de tudo o que eu achava irresistível."
Durante a leitura, imaginei Elizabeth e Darci, pois Samantha e Arthur são um poço de orgulho e preconceito.
A capa é linda, mas só quando está colorida, no preto e branco do Kindle, fica esquisita demais! Rsrsrsrs
A diagramação é simples, mas bem feita, sem erros de revisão aparentes. A narrativa é em primeira pessoa pelo ponto de vista dos personagens principais, Samantha e Arthur, um item que sempre prezo nos livros da autora, pois suas protagonistas são engraçadas e verdadeiras, e os protagonistas sempre são diferentes daquilo que acreditamos ser.
" Ela estava dançando com o pelado.
Como alguém como eu vira amiga de uma pessoa igual à Alice? Isso é algo que merecia ser estudado."
Do mais, só tenho a indicar. Aproveite que é um conto e conheça a escrita da autora, tenho certeza que vocês vão gostar!


Avaliação:


Sobre a autora: 




Nasceu em 06 de maio, em Recife. Em 2011, aos 22 anos publicou seu romance de estréia: "Agnus Dei". O primeiro livro da série "A Idade do Sangue".
Em 2014, lançou o romance erótico "23 Noites de Prazer" pela editora Universo dos Livros.




6 comentários:

  1. Ana!
    Bom ver uma autora nacional se destacar cada vez mais em seus livros. Não li nada dela ainda, mas quero, porque gostei muito do enredo e adoro romances hots sem muitos palavrões.
    Samantha no final acaba se mostrando uma danadinha, né?
    Desejo uma semana alegre e feliz!
    “Eu quase que nada não sei. Mas desconfio de muita coisa.” (Guimarães Rosa)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de FEVEREIRO, livros + KIT DE MATERIAL ESCOLAR e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia a autora e nem o livro ainda, mas fiquei bem interessada, achei diferente a forma que os dois acabaram se aproximando, foi isso que me chamou a atenção (caso fosse no trabalho, não sentiria vontade de ler). Já anotei a listinha e lerei em breve.

    ResponderExcluir
  3. Ana, ainda não havia lido nada sobre a autora mas tive boas impressões sobre esse livro. Não sou muito chegada à livros hots, mas esse parece ser um livro adulto na medida certa. E que Samantha saidinha, transar com um desconhecido para esquecer o Arthur. Por enquanto essa leitura eu passo, mas espero lê-la algum dia.

    ResponderExcluir
  4. não conhecia essa autora, eu acho bem legal a sua divulgação de autores nacionais!muito sucesso para ela
    quanto ao conto, talvez eu dê uma chance para conhecer a narrativa da autora e ver se o estilo de escrita dela me agrada, pois vamos ser sinceras a história não é muito original...
    só não entra na minha lista de prioridades!

    ResponderExcluir
  5. Deve ser bem divertido ainda mais a parte em que as duas vão ao clube de Swing só de imaginar a Samantha que não gosta de falar de sexo em um lugar desse já dei risadas. Não conhecia a autora, mas achei legal esse conto para conhecer.

    ResponderExcluir
  6. Olá, Ana.
    Livro hot não é exatamente a minha praia, mas já dei algumas chances (que não me convenceram, aliás). Esse me pareceu bem previsível e com uma estrutura bem batida, com exceção do blog.
    Por isso, não sei se leria. Porém, se você elogia, deixarei na lista do talvez.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de fevereiro. Serão dois vencedores, dividindo um vale compras e dois livros.

    ResponderExcluir

Adptação e personalização por QueenG Design

Tema Base por Butlariz