11 janeiro 2018

Top 5 - Melhores Leituras Internacionais de 2017


Oi galera!!!!
Finalmente consegui chegar a um consenso aqui e escolher minhas 5 melhores leituras internacionais de 2017. Minhas melhores leituras nacionais serão postadas no blog Lendo & Esmaltando, então fiquem de olho lá, ta?
Todos os livros são maravilhosos, por esse motivo quero deixar claro que não consegui colocar em ordem de preferência. kkkkk
Confiram:
Resultado de imagem para gif lendo

Vou começar com It - A Coisa porque foi o livro que mais me surpreendeu positivamente. Eu achei que iria ter  medo do início ao fim e quando percebi, estava gaguejando com o Bill, falando bip, bip, Richie e xingando, exageradamente, o pai da Bev.
Apesar dos contras que claro, sempre vamos encontrar em um livro desse tamanho, It foi um dos melhores livros que li em 2017 não por seu gênero, mas pelos personagens reais, pelos sentimentos sinceros e pelas dificuldades que cada um soube enfrentar e vencer.
Tem resenha AQUI.

Sinopse: Durante as férias escolares de 1958, em Derry, pacata cidadezinha do Maine, Bill, Richie, Stan, Mike, Eddie, Ben e Beverly aprenderam o real sentido da amizade, do amor, da confiança e... do medo. O mais profundo e tenebroso medo. Naquele verão, eles enfrentaram pela primeira vez a Coisa, um ser sobrenatural e maligno que deixou terríveis marcas de sangue em Derry. Quase trinta anos depois, os amigos voltam a se encontrar. Uma nova onda de terror tomou a pequena cidade. Mike Hanlon, o único que permanece em Derry, dá o sinal. Precisam unir forças novamente. A Coisa volta a atacar e eles devem cumprir a promessa selada com sangue que fizeram quando crianças. Só eles têm a chave do enigma. Só eles sabem o que se esconde nas entranhas de Derry. O tempo é curto, mas somente eles podem vencer a Coisa. Em 'It - A Coisa', clássico de Stephen King em nova edição, os amigos irão até o fim, mesmo que isso signifique ultrapassar os próprios limites.


Único livro do ano que me fez chorar, xingar, sentir pena, sentir raiva, querer matar, sentir amor e vários outros sentimentos! rsrsrsrsrs
Nicholas Sparks sempre me surpreende e com Dois a Dois não foi diferente. Acostumada a histórias de amor nem sempre trágicos, encontrei em Russ e London uma história de amor paterna linda e cheia de aprendizados.
Resenha AQUI.

Sinopse: Com uma carreira bem-sucedida, uma linda esposa e uma adorável filha de 6 anos, Russell Green tem uma vida de dar inveja. Ele está tão certo de que essa paz reinará para sempre que não percebe quando a situação começa a sair dos trilhos.
Em questão de meses, Russ perde o emprego e a confiança da esposa, que se afasta dele e se vê obrigada a voltar a trabalhar. Precisando lutar para se adaptar a uma nova realidade, ele se desdobra para cuidar da filhinha, London, e começa a reinventar a vida profissional e afetiva – e a se abrir para antigas e novas emoções.
Lançando-se nesse universo desconhecido, Russ embarca com London numa jornada ao mesmo tempo assustadora e gratificante, que testará suas habilidades e seu equilíbrio emocional além do que ele poderia ter imaginado.
Em Dois a dois, Nicholas Sparks conta a história de um homem que precisa se redescobrir e buscar qualidades que nem desconfiava possuir para lutar pelo que é mais importante na vida: aqueles que amamos.


Essa capa me dá calafrios, mas a história compensa! Aranhas carnívoras, ta bom pra vc? rsrsrsrsr
O que mais me deixou encantada com o livro foi a pesquisa que o autor fez para descrever os lugares onde a arranhas eclodem. Também gostei muito dos personagens. Vale a pena dar uma chance!
Resenha AQUI.

Sinopse: Nas profundezas de uma floresta no Peru, uma massa negra devora um turista americano. Em Mineápolis, nos Estados Unidos, um agente do FBI descobre algo terrível ao investigar a queda de um avião. Na Índia, estranhos padrões sísmicos assustam pesquisadores em um laboratório. Na China, o governo deixa uma bomba nuclear cair “acidentalmente” no próprio território. Enquanto todo tipo de incidente bizarro assola o planeta, um pacote misterioso chega em um laboratório em Washington... E algo está tentando escapar dele. O mundo está à beira de um desastre apocalíptico. Uma espécie ancestral, há muito adormecida, finalmente despertou. E a humanidade pode estar com os dias contados.



Sou fã do Harlan, vcs sabem neh? Então, quando comecei a ler A Grande Ilusão eu esperei encontrar qualquer coisa, mas juro, eu não estava preparada para esse final! rsrsrsrsrs
Maya me conquistou do começo ao fim e, mesmo com as coisas que ela fez, eu ainda a acho uma das melhores personagens do autor. Acho até que ela deveria ter uma série só dela, como o Myron Bolitar... só acho! rsrsrsrrs
Resenha AQUI.

Sinopse: Maya Stern é uma ex-piloto de operações especiais que voltou recentemente da guerra. Um dia, ela vê uma imagem impensável capturada pela câmera escondida em sua casa: a filha de 2 anos brincando com Joe, seu falecido marido, brutalmente assassinado duas semanas antes. Tentando manter a sanidade, Maya começa a investigar, mas todas as descobertas só levantam mais dúvidas.
Conforme os dias passam, ela percebe que não sabe mais em quem confiar, até que se vê diante da mais importante pergunta: é possível acreditar em tudo o que vemos com os próprios olhos, mesmo quando é algo que desejamos desesperadamente?
Para encontrar a resposta, Maya precisará lidar com os segredos profundos e as mentiras de seu passado antes de encarar a inacreditável verdade sobre seu marido – e sobre si mesma.


Outro livro que me surpreendeu. No começo, a leitura não fluía. Se arrastou por umas 50/60 páginas, depois menino, nossa, li em uma sentada! kkkk
O Ceifador é uma distopia bem escrita e estruturada, com personagens fortes e marcantes. Este é o primeiro de uma série, acho, e estou bem ansiosa para ler o segundo livro!
Resenha AQUI.

Sinopse: Primeiro mandamento: matarás.
A humanidade venceu todas as barreiras: fome, doenças, guerras, miséria... Até mesmo a morte. Agora os ceifadores são os únicos que podem pôr fim a uma vida, impedindo que o crescimento populacional vá além do limite e a Terra deixe de comportar a população por toda a eternidade. Citra e Rowan são adolescentes escolhidos como aprendizes de ceifador - papel que nenhum dos dois quer desempenhar. Para receberem o anel e o manto da Ceifa, os adolescentes precisam dominar a arte da coleta, ou seja, precisam aprender a matar. Porém, se falharem em sua missão ou se a cumplicidade no treinamento se tornar algo mais, podem colocar a própria vida em risco.



Acabou!!!! Gostaram? Já leram algum desses livros? Comentem ta?
Bjo bjo^^


Um comentário:

  1. Oi Ana, tudo bem?

    Menina ainda pego It pra ler qualquer hora dessas haha. Eu quero muito ler o Ceifador, porque foi escrito por meu autor favorito de todos os tempos. Ele escreve muito bem, eu sou suspeita em falar. Difícil escolher apenas 5 livros, eu sei disso rs. Xero!

    https://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Adptação e personalização por QueenG Design

Tema Base por Butlariz