20 fevereiro 2016

Resenha: Magia do Sangue - Nora Roberts

Edição: 1
Editora: Arqueiro
Autor: Nora Roberts
Serie: Primos O'Dwyer
Titulo original: Blood Magick
ISBN: 9788580414714
Ano: 2015
Páginas: 288
Tradutor: Maria Clara de Biase

Sinopse:
Há muitos anos, Branna O’Dwyer entregou seu amor a Finbar Burke. No entanto, o romance durou pouco. Uma maldição ligada ao sangue de suas famílias os proibiu de ficar juntos.
Branna tentou preencher esse vazio com amigos e familiares, mas sabe que, sem Fin, sua vida nunca estará completa. Ele, por sua vez, passou os últimos doze anos viajando pelo mundo, focado exclusivamente no trabalho.
Atormentados pela forte atração que nem a distância pôde aplacar, nenhum dos dois acha que um dia se entregará de novo ao amor.
Entretanto, em meio às sombras que ameaçam destruir tudo o que eles consideram mais precioso, esse relacionamento sem futuro pode ser também a última esperança que lhes resta.


 Magia do Sangue é o terceiro e ultimo livro da trilogia Primos O'Dwyer, precedido por "Bruxa da Noite" e "Feitiço da Sombra". Para ler as resenhas do primeiros livros é só clicar nos títulos.
Resenha:

Resenha:
“Alguns laços não podem ser desfeitos, por mais que desejemos ou tentemos.”
Em Magia do Sangue o leitor vai se aprofundar no dia-a-dia de Branna e Fin.
Ela, a ultima dos três descendentes da poderosa Bruxa da Noite, e a mais poderosa. E ele, o descendente de Cabhan, o destruidor da Bruxa da noite.
Á doze anos atras Branna e Fin se apaixonaram perdidamente, ambos sem saber sobre a linhagem sanguínea de Fin, e quando a marca de Cabhan surgiu no ombro de dele, todo ruiu para o casal, que precisou se separar.
Após essa fatídica ironia do destino, Fin foi viajar o mundo e Branna ficou e focou em seu dom e na missão de destruir o bruxo maligno que amaldiçoou seus descendentes.
Atualmente, os trés de Sorcha, os três bruxos da Noite estão novamente reunidos para destruir Cabhan e cumprir para com o seu dever. Só que já falharam duas vezes.
Iona Connor e Branna agora precisam acabar com Cabhan de vez, para que possam viver suas vidas sem a constante interferência do bruxo.
Eles acreditam que a melhor chance de encurralar Cabhan é usando Fin, que possui o mesmo sangue que ele e usar a magia de sangue para enfim elimina-lo.

Só que para Branna e Fin a missão é ainda mais difícil do que para os outros, pelo simples fato de que por doze anos eles se evitaram o máximo que conseguiram, e agora são obrigados a trabalharem juntos, dia após dia, lado a lado para destruir o mal que os separou, mas sem ter a esperança de um dia poder viver aquele amor que tanto desejaram.

Mas a guerra contra Cabhan parece estar chegando ao fim, e eles resolvem que antes que enfrentem o mal cara a cara e arisquem suas vidas, precisam vive esse amor até então platônico, e se entregam um ao outro para viverem o hoje, sem pensar no amanhã e nas provações que ambos precisam enfrentar.

Já Cabhan esta cada dia mais ousado, aparecendo para os primos e seus respectivos companheiros a qualquer hora e a todo momento.
Mas qual será a fraqueza de Cabhan? Se é que ela existe. Qual sera o modo certo de derrota-lo? Se é que existe!
"O passado pode ter sido escrito, mas o futuro não, e duas pessoas tão inteligentes deveriam ser capazes de descobrir como criar um futuro juntos."
E então chegou o aguardado livro da Branna e do Fin que eu tanto esperei. No primeiro livro eu gostei bastante da trama, mas no decorrer tudo acabou ficando enfadonho e parado. No segundo livro, eu detestei tudo, do inicio ao fim, o livro é sem ação no inicio, no meio e no fim.
Minha esperança estava neste, mas infelizmente me decepcionei bastante.

A premissa é exatamente o que diz na sinopse. Branna e Fin sempre negaram esse amor, pelo fato de que Fin descende de uma linhagem vinda de Cabhan. E eles são um casal bastante inusitado, já que Fin faz o tipo apaixonado e impulsivo, enquanto Branna é o auto controle em pessoa. Ela é o tipo que esconde perfeitamente bem os sentimentos, enquanto ele é um livro aberto. E de um modo meio tortuoso, eles se completam, apesar de não poderem estar junto como gostariam.
Só que os dias atuais são piores ainda para o casal impossível, já precisam trabalhar juntos em prol do bem maior.

Olha, eu ainda estou com aquele sentimento ambíguo, não sei bem se gostei ou não, se os pontos negativos foram superados pelos pontos positivos. O que acontece é que a única parte realmente boa do livro é o romance entre os protagonistas, que foi muito bem estruturado e desenvolvido, apesar de que as cenas de sexo foram exploradas em excesso, considerando que o foco da trama não é este. Eles desenvolvem um relacionamento neste livro baseado apenas em sexo, bem diferente das nuances apresentadas nos livros anteriores. Mas ao mesmo tempo  não é um daqueles relacionamentos  açucarados e enjoativos. Existe o romance acontecendo, mas o foco é o dever.

Outro ponto negativo é o desfecho, que foi bastante corrido. Parece que a autora “encheu lingüiça” até os últimos capítulos e ali resolveu colocar tudo que ela não desenvolveu em três livros. Então, passamos de uma mesmice enfadonha, para algo acelerado e sem muitos detalhes,  e o que infelizmente é a conclusão de uma trilogia, e acaba deixando o leitor com aquele gostinho azedo de "Ueh? só isso?".

Mas, em todo caso, este foi o livro que mais me agradou. De todos os três esse é o mais envolvente. Talvez pelo fato de que dos personagens aqui são mais humanizados , o que permite o leitor se identificar, sofrer e se emocionar com eles.

Este é o primeiro livro que leio da Nora Roberts e confesso que eu não achei nada maravilhoso como os fãs da autora descrevem. A escrita da Nora ao meu ver é lenta, nem um pouco fluida e enfadonha ao extremo. Eu amo livros de bruxa, envolvendo magia , mistério e emoção, e este foi o que me levou a começar a trilogia, mas infelizmente nem isso me levou a curtir e aproveitar a leitura.

Enfim, não foi uma leitura tão agradável quanto eu esperava, mas não é das mais terríveis. Vale muito conferir e tirar suas próprias conclusões.

A narrativa é feita em terceira pessoa, nos possibilitando uma visão sobre ambos os protagonistas da vez e até mesmo de alguns personagens protagonistas dos livros passados. Também existe uma variação entre presente e passado, onde vamos ver como tudo começou e a primeira luta contra Cabhan. Exatamente como nos livros passados.

Sobre o livro físico, ele segue o padrão dos anteriores,com uma diagramação simples e capas belíssimas.

Sobre o autor:

Nora Roberts (nascida Eleanor Marie Robertson a 10 de Outubro de 1950) é uma escritora norte-americana, autora de best-sellers românticos. Foi a primeira mulher a figurar no Romance Writers of America Hall of Fame.
Autora de maior destaque da lista de best sellers no New York Times e a primeira a ser escolhida para a Galeria da Fama dos Escritores Românticos dos Estados Unidos, Nora Roberts é considerada uma pintora de palavras que a cada pincelada, dá vida a personagens cheios de energia e vigor.
Escritora metódica e insaciável, Nora já publicou mais de 160 romances, a maior parte no gênero suspense romântico, traduzidos para 25 idiomas e editados em todo o mundo. Sua alta popularidade como romancista advém do grande talento que possui para sensibilizar o leitor ao escrever narrativas de suspense que também falam sobre turbilhão de emoções que acontecem quando entramos em contato com nossos sentimentos mais profundos, principalmente amor e paixão.
Suas histórias prendem o leitor com temas explícitos e intensos, descritos de forma clara e objetiva, passando uma mensagem curta e rica em detalhes. Os capítulos de seus livros são longos, e poucos, em média apenas 12. As paisagens descritas nos levam a viajar do México aos subúrbios de Washington, com certa suavidade e exatidão que sonhamos acordados, ou temos pesadelos!
Histórias publicadas no início de sua carreira: Negócio de Risco (1986); Alerta da Natureza (1984); A suspeita (1989);
No ano de 1995 a autora editou o primeiro volume da Série Mortal no original Naked in death (Nudez Mortal) sobre o pseudonimo de J.D. Robb, o qual hoje é prestigiado pelo mundo inteiro com mais de 25 volumes (em alguns países o número é menor). Autora Consagrada já vendeu mais de 2 milhoes de livros em todos os países publicados.


13 comentários:

  1. Olá Geeh!
    Como ainda não li o livro anterior, não me aventurei muito na resenha, já que contém spoiler.
    Ultimamente, muito mal leio a sinopse, que é pra me surpreender ainda mais com a leitura.
    Nunca li nada da autora, mas essa trilogia me despertou bastante interesse, exatamente por tratar de um tema que gosto muito, que é de bruxas.
    Adoro quando a trama é bem elaborada, cheia de magia e mistério.

    É uma pena que a escrita não te agradou tanto. Também não gosto quando a leitura se arrasta. torna muito cansativo.
    Mas vou dar uma chance mesmo assim.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Nossa, que triste! Sabe que eu estava pensando em ler essa trilogia para ser minha primeira experiência com a escrita da Nora só por causa do clima sobrenatural, assim como você? Pois é, acho que não quero mais ler, não. Odeio narrações lentas e sem energia, acho que não conseguiria passar nem da metade do livro, muito menos da trilogia. Final decepcionante também é algo triste! Abraços, amei a resenha.

    ResponderExcluir
  3. Oii nunca li nada autora, e acho que não ia gostar de ler esse livro por ele ter narrações lentas e tal :/

    ResponderExcluir
  4. Geeh, eu tenho uma grande vontade de ler alguma obra de Nora Roberts, pois ela é uma autora muito elogiada por seus romances, e espero fazer esta leitura em breve, mas ainda não decidir por qual começar.
    Acredito que esta serie é uma das mais famosas de Nora, o que me chama muita atenção, em especial por ter muita magia e um enredo interessante, mas que infelizmente se tornou uma leitura maçante para você, e que eu entendo perfeitamente, pois não era o que esperava.
    Adorei a resenha!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. É, essa série dela eu não pego. É muita resenha com coisas negativa demais. E parece que a trama se perde e não chega em lugar algum, é bobo e cansa fácil. Acho que se pegasse iria odiar. Mas a premissa foi boa, achei muito legal quando vi sinopse e teria lido, mas aí fui conferindo resenhas...e não. E de novo outra que prova não valer a pena ler. Acho que só quem é fã da autora pode ter coragem de ler e eu passo....

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Conheci a escrita da Nora Roberts pela serie O Quarteto de Noivas e adorei esse romance que me conquistou e ainda não li a trilogia Primos O'Dwyer, mas vi algumas resenhas dos primeiros livros que me deixou interessante gostei do temas pois quase não leio nada sobre bruxas e achei a historia legal !!

    ResponderExcluir
  7. Tenho minhas duvida sobre esse livro, pelo fato de ja ter lido e ouvi comentários negativos sobre o mesmo nao sei muito o que pensar sobre ele, mas acho que quando tiver oportunidade de ler eu tenha uma opinião formada
    Ps: Não gostei dessa capa.

    ResponderExcluir
  8. Mega curiosa para ler essa trilogia da Nora Roberts, li bastante resenhas e a grande maioria são bem positivas. Pena que tu não gostou, como eu ainda não li nenhum livro da autora não me sinto no direito de julgar.

    ResponderExcluir
  9. Adoro historias com bruxas, então quando vi essa trilogia foi pra minha lista, mas estou lendo resenhas negativas sobre ela, fico em dúvida se vale a pena. Parece que tem uma luta, ação na historia, pelo romance parece que vale a pena, mas estou com receio. Até agora só li uma trilogia do círculo da autora e adorei.

    ResponderExcluir
  10. Oiiee, tudo bom?
    Eu ainda não li nenhum livro da autora, mas tenho vontade de ler, que pena que o livro te deixou com esse sentimento de ambiguidade é chato quando isso acontece, sempre vejo muitos elogios sobre os livros da Nora, não sei se irei ler essa trilogia, e que pena que temos o desfecho como ponto negativo.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  11. Oi.
    Eu amei a resenha.
    Porem confesso que não gosto da escrita da Nora Roberts, por isso evito ler seus livro, por que quando abro a boca só sai criticas, espero no futuro mudar de pensamentos, porem por enquanto ela estar fora de cogitação.

    ResponderExcluir
  12. Eu achei meio confusa essa série, fiquei com vontade de lê-la no início quando foi lançada, mas as resenhas que li deles, não foi tão posiitiva e os livros são meio sem sal, e confusos.
    Se conseguir comprar o primeiro livro, talvez eu leia.
    bjss

    ResponderExcluir
  13. Oi!
    Ainda não conhecia esse livro e confesso que fiquei em duvida se teria ou não vontade de ler, a história não me agradou muito, mas quero saber o que aconteceu que os dois se separaram. Beijos.

    potato-purple.blogspot.com
    youtube.com/potatopurpleblog

    ResponderExcluir

Adptação e personalização por QueenG Design

Tema Base por Butlariz